Atordoados com resultado, atletas do Chiefs falam após derrota no Super Bowl LV
Matt Starkey/Kansas City Chiefs

O resultado do Super Bowl LV surpreendeu muitos. No último domingo (7), o Tampa Bay Buccaneers atropelou o Kansas City Chiefs - que, até então, era o atual campeão do evento. Com sonoros 31 a 9, o time comandado por Tom Brady não cedeu um touchdown sequer à equipe que tem Patrick Mahomes como quarterback. O principal nome da franquia do Missouri, por sinal, falou após à derrota em entrevista coletiva no Raymond James Stadium.

Ao mesmo tempo em que foi enfático, Patrick Mahomes pareceu um tanto quanto atordoado após a derrota. "Eles nos deram uma surra. A maior surra que eu levei em muito tempo. Claro que não joguei da forma que queria. O que mais posso dizer? Só podemos deixar tudo que temos em campo, e sinto que fizemos isso. Mas eles foram melhores hoje", comentou.

Perguntado sobre em qual momento percebeu que tinha perdido o jogo, ele falou sobre um lance no final da peleja, quando o placar já estava como foi encerrado. "Quando eu lancei a interceptação bem no final do jogo, sabia que tinha terminado porque não tínhamos mais tempos para pedir. Lutamos até o fim. Não jogamos o nosso melhor hoje, mas lutamos e temos que respeitar os caras pela força que tiveram para fazer isso", comentou o jogador do Kansas City Chiefs

Ao final do evento, ele deixou uma mensagem de superação utilizando a figura paterna, Pat Mahomes. Pitcher do New York Mets em 2000, ele perdeu a série decisiva da Major League Baseball (MLB) para o Yankees, rival da cidade. "Meu pai perdeu na World Series durante a carreira dele. Mas ele continuou lutando para ser quem ele era. Claro que isso machuca agora. Machuca muito. Mas vamos continuar melhorando. Nós falhamos, mas aprendemos com isso. Não podemos deixar isso nos definir. Vamos continuar melhorando no ano que vem e nos preparar ainda mais para estar neste jogo de novo", finalizou.

Andy Reid e Tyrann Mathieu

Head coach da franquia, Andy Reid falou sobre outro evento marcante. Na quinta-feira (4), três dias antes do Super Bowl LV, Britt Reid, técnico de linebackers e assistente técnico do Chiefs, sofreu um acidente automobilístico. Ele admitiu ter bebido e, como resultado da colisão, uma menina de cinco anos está internada em estado grave no hospital com lesões cerebrais. Falando pouco da peleja, o treinador falou sobre a batida. "Meu coração está com todos os envolvidos no acidente, em particular com a família da menina que luta por sua vida. Apenas do ponto de vista humano, meu coração sangra por todos os envolvidos nisso. Do ponto de vista humano, sim, é difícil. Do ponto de vista do esporte, não acho que seja esse o problema", comentou.

No Twitter, quem pistolou foi Tyrann Mathieu. Safety da equipe, ele ficou transtornado por algo dito por Tom Brady no final do primeiro tempo. Na rede social, ele se recusou a repetir o que ouviu e afirmou que é fã do quarterback. "Ele me chamou de algo que não vou repetir. Mas, sim, vou deixar toda a mídia me jogar para baixo do ônibus como se eu tivesse feito ou dito algo para ele. Volte aos meus jogos anteriores contra Tom Brady. Eu não mostrei nada além de respeito. Veja minhas entrevistas sobre ele... eu mostro admiração", finalizou, em postagem posteriormente deletada.

VAVEL Logo