O fenómeno Trincão

Com passagens pelo Vianense, Palmeiras FC (a título de empréstimo) e Futebol Clube do Porto, Francisco Trincão é um nome que não tem passado despercebido após ter dado cartas no europeu de Sub-19 ao serviço da seleção das quinas.

O fenómeno Trincão
O fenómeno Trincão

Francisco António Machado Mota Castro Trincão, de apenas 18 anos, é natural de Viana do Castelo e atua atualmente ao serviço da equipa B do Sporting Clube de Braga, equipa que representa desde a época 2015/2016.

Na presente temporada foram 30 as ocasiões em que representou o clube da cidade dos arcebispos, contando com 1930 minutos jogados e 5 golos marcados.

A estreia pela equipa principal do Sporting Clube de Braga, comandada pelo técnico Abel Ferreira, ainda não surgiu, mas o mesmo já deixou claro que possui muita confiança no avançado. Em dezembro da temporada passada Trincão integrou a lista de convocados de Abel Ferreira para defrontar o Basaksehir, tendo por isso de ser solicitada aos seus pais, uma autorização parental, para o jovem poder viajar para a Turquia juntamente com a restante comitiva Bracarense.

“Quando ele ia viajar connosco é que me apercebi que era menor de idade porque tive de pedir uma autorização parental para poder viajar. Pela sua maturidade, supunha que já tinha 19 anos”, afirmou, na altura, António Salvador.

Para além de representar o Sporting Clube de Braga, Francisco Trincão representa as cores da Seleção Nacional.  Foi na Finlândia, no presente ano, campeão europeu de sub-19, tendo sido o melhor marcador da competição, partilhando o pódio com Jota.

Em 5 jogos, o canhoto marcou 5 golos, fez 3 assistências, trouxe na bagagem o troféu de campeão europeu e tornou-se num fenómeno viral, sendo dos nomes mais pretendidos no mercado de transferências.

São pelo menos 5 os grandes do futebol europeu que têm mostrado interesse na aquisição do jovem Vianense, nomeadamente, Leipzig, AS Roma, Sevilha, Chelsea e a Juventus.

O avançado português tem uma cláusula de rescisão fixada nos 30 milhões de euros, mas a mesma só voltará a estar ativa após o fecho do presente mercado de transferências. Até lá, a direção do clube minhoto, liderada por António Salvador, estabeleceu os 15 milhões de euros como o preço a bater para levar Francisco Trincão da Pedreira.