Porto vence Paços de Ferreira e se mantém na ponta da tabela
Jackson Martínez mais uma vez resolveu para o Porto e garantiu três pontos ao time tripeiro (Foto: Reprodução/ Miguel Rioppa/AFP)

A partida realizada no estádio do Movél neste domingo (1),  marcava alguns reencontros de ambos os lados. No Porto, a equipe voltava ao local onde comemorou a conquista do tri na última temporada. O Paços, reencontrava seu antigo treinador, que o levou a melhor colocação na história da Liga Profissional Portuguesa, além do meia atacante Josué, que também disputou a última temporada no clube,  por empréstimo.

A partida começou animada com o Porto partindo para cima do Paços, tentando acuar o rival em seu campo. Por duas vezes, Jackson Martínez e Lucho finalizaram com certo perigo ao gol de Degra. Porém, a melhor chance de jogo veio pela esquerda, Licá recebeu tirou da marcação e fuzilou com muito perigo ao gol de Degra, que apenas observou a bola saindo para fora. Insistindo na esquerda, o Porto chegou com Alex Sandro, o lateral brasileiro tocou para Jackson Martínez, que ajeitou e de letra mandou para nova defesa de Degra.

Aos poucos a equipe da casa acertou a marcação, e começou atacar, em especial pela direita com o peruano Hurtado, que aos 28 minutos, rolou para Caetano que tentou finalizar encobrindo Hélton, mas a bola foi para fora. Em rápida jogada na esquerda, novamente, Licá deu passe para Jackson Martínez que chutou, a bola bateu no zagueiro e foi para as mãos do goleiro Degra, salvando o Paços. Na parte final da primeira etapa, Josué discreto no jogo, fez boa jogada e lançou Martínez que bateu forte raspando na trave de Degra. Fim de primeiro tempo, 0 a 0 no estádio do Movél.

Na segunda etapa, a partida teve um início moroso, sem muita criatividade e bem marcado pelo rival, o Porto não conseguia criar boas chances. Chegou três vezes, duas com Jackson Martínez e uma com Josué, mas sem tanto perigo ao gol de Degra. Para melhorar a parte ofensiva, Paulo Fonseca sacou Josué e colocou Quinteiro. Logo na primeira jogada, aos 62 minutos o colombiano cobrou falta na cabeça de Licá que finalizou perto das traves, assustando a torcida local.

A pressão portista aumentou, precisando da vitória para abrir vantagem junto a seus rivais, a equipe chegou com Lucho que arriscou de longe, a bola passou raspando na trave de Degrá. Com o avanço do Porto, o Paços tinha o contra golpe e assim chegou. Em rápida jogada Carlão saiu cara- a- cara com Hélton, mas na finalização o goleiro brasileiro fez linda defesa, salvando sua equipe.

Na sequência, escanteio após chute de Fernando, Quintero cobrou e Jackson Martínez cabeceou sem marcação para as redes de Degra, 1 a 0 Porto. Com o gol, a equipe visitante cresceu ainda mais no jogo, com Ricardo chutando forte para defesa de Degra e Jackson Martínez batendo cruzado para fora, assustando o Paços de Ferreira, que ainda tentou buscar o ataque, mas foi barrado pela forte marcação portista. Este resultado mantém a equipe do Porto na ponta da tabela, com cinco pontos a frente do maior rival Benfica e agora a dois do outro rival Sporting.

VAVEL Logo