Luís Leal ruma ao Al-Ahli
Luís Leal vai deixar o Estoril para ser treinado por Vítor Fonseca. (Foto:AFP)

Está confirmado: Luís Leal vai mesmo deixar o Estoril. Depois de ter sido apontado a Sporting e Porto, e mais recentemente falado na Turquia, Itália e Espanha, o avançado de 26 anos viajará afinal para a Arábia Saudita, para integrar os quadros do Al-Ahli Jeddah, equipa orientada pelo ex-treinador do Futebol Clube do Porto Vitor Fonseca. Esta será a primeira aventura do avançado luso-são-tomense fora de Portugal.

Os rumores de uma possível transferência surgiram no sábado, aquando da última partida disputada pela equipa canarinha, frente ao Paços de Ferreira, em jogo a contar para a 12ª jornada da Liga ZON Sagres. Apesar de ter sido convocado pelo técnico Marco Silva e de fazer parte da ficha de jogo, Luís Leal acabou por assistir ao encontro na bancada. O clube da linha explicava o facto alegando um “traumatismo no pé direito” do jogador, esclarecendo que a ausência do relvado não se devia à sua eventual transferência.

O Estoril perde o seu homem-golo

Luís Leal esteve três épocas ao serviço do Estoril, com direito a uma passagem algo apagada pelo União de Leiria (2011/2012) de permeio, antes de regressar ao clube da praia na temporada seguinte, já com o treinador Marco Silva no comando da equipa. O avançado justificaria o voto de confiança que lhe dava o treinador português ao apontar 10 golos na temporada passada (só ultrapassado na equipa por Steven Vitória, com 11), onde o Estoril realizou uma brilhante campanha, terminando a época em 5º lugar e classificando-se assim, pela primeira vez na sua história, para as competições europeias. Na actual temporada, Luís Leal somava cinco tentos na Liga ZON Sagres, sendo o melhor marcador da sua equipa.

Apesar de, e ainda com um jogo por disputar na fase de grupos, o Estoril já estar arredado dos 16 avos da Liga Europa, as suas boas exibições levaram muitos dirigentes de grandes clubes europeus a apontar os seus olheiros à equipa da praia. De todo o conjunto, Luís Leal terá sido o jogador que mais se fez notar, rápido e eficaz, sem medos, dotado de boas capacidades tácticas e com um golo na prova, o avançado chegou a ser apontado ao PSG, ao Inter de Milão e ao Atlético de Madrid, mas foi o Al-Ahli Jeddah quem se adiantou e garantiu os serviços do avançado canarinho.

Luís Leal (ao centro), já festejou o golo por seis vezes, entre Liga Europa e Liga Zona Sagres, na actual temporada. (Foto: LUSA)

A primeira aventura internacional

Luís Leal, nascido em Portugal mas com dupla nacionalidade (portuguesa e são-tomense), tem feito toda a sua carreira em solo português. Começou a jogar nos juniores do Sporting na temporada 1998/1999 e esteve depois ao serviço do Clube Desportivo Cova da Piedade entre 2002 e 2008, tendo-se estreado como sénior no mesmo clube em 2006, no agora designado Campeonato Nacional de Séniores. Enquanto jogador profissional, além do Estoril e do União de Leiria, passou ainda pelo Atlético, onde apontou 12 golos em 29 jogos, e pelo Moreirense, com 13 tentos em 32 partidas.

Agora a caminho do Médio Oriente, o avançado terá aos 26 anos a sua primeira experiência fora de portas. No clube saudita, Luís Leal será certamente forçado a uma adaptação rápida a um estilo de futebol diferente, num campeonato competitivo - ainda que sem a visibilidade do futebol europeu -, com quatro equipas sempre a disputar o título (Al-Hilal, Al-Ittihad, Al-Shabab e Al-Nassr), e onde o Al-Ahli não é favorito, uma vez que venceu a prova em apenas duas ocasiões, com a última a reportar-se à já distante temporada 1983/1984. Para além de Vítor Fonseca, o agora ex-Estoril vai ainda encontrar no Al-Ahli Mossoró (ex- Braga) e Suk (ex-Marítimo).

VAVEL Logo