Liderança à vista
Porto-Olhanense da época 2012/2013 (zerozero.pt)

Liderança à vista

O Futebol Clube do Porto é o primeiro dos três grandes a entrar em campo, na 14ª jornada da Liga Zon Sagres. Os dragões recebem esta sexta feira o Olhanense, com apito inicial marcado para as 19h.

francisco-dias
Francisco Dias

Nesta partida que antecede o clássico da 15ª jornada com o Benfica, Paulo Fonseca atribui grande importância a este jogo com os algarvios, por forma a não deixar escapar os rivais no topo da classificação: “O Olhanense não tem obtido os resultados pretendidos, mas teve registos e fases de jogos que têm de ser levadas em conta. Preparámos este jogo tendo bem presentes esses melhores momentos. Temos de estar precavidos para a eventualidade de o Olhanense se apresentar de forma atrevida e ambiciosa. Estamos preparados para isso”, declarou o técnico portista na antevisão da partida. 

Os azuis e brancos entram para a 14ª jornada no 2º lugar do campeonato, com 30 pontos, em igualdade com o Benfica e com 25 golos marcados e 9 sofridos. Os dragões são a defesa menos batida do campeonato, juntamente com o Sporting e têm, neste momento, o 2º melhor marcador da Liga, Jackson Martínez, com 11 tentos marcados, o que representa uma séria ameaça para os defesas do Olhanense. Em caso de triunfo, os portistas ascendem, provisoriamente, à liderança do campeonato, uma vez que Benfica e Sporting entram em campo mais tarde, para defrontar, respectivamente, Vitória de Setúbal e Nacional da Madeira.

O Olhanense com 9 pontos conquistados encontra-se em igualdade pontual com o Arouca e apenas 1 ponto acima do último classificado, Paços de Ferreira. Com a 4ª defesa mais batida da Liga, a par do Arouca, os comandados de Paulo Alves conquistaram apenas duas vitórias em 13 jornadas mas querem dar continuidade à boa exibição realizada no Estádio Algarve, frente ao Benfica. Paulo Alves afirma que o Porto é um duro obstáculo mas confia plenamente nas capacidades dos seus jogadores: “Espero um jogo muito difícil e muito complicado para nós mas se conseguirmos ter a mesma postura e determinação da jornada anterior vamos criar dificuldades”.

A afirmação de Carlos Eduardo no regresso de Mangala

Na defesa azul e branca, destaque para a saída da convocatória de Alex Sandro, por castigo, após ter visto o 5º amarelo, e Reyes, por opção técnica. Por outro lado, Mangala regressa após castigo e deverá mesmo ocupar o lugar de lateral-esquerdo, deixado vago por Alex Sandro. Com esta alteração no onze, muda também a forma de jogar do Porto, uma vez que Alex Sandro tem sido um jogador preponderante na manobra ofensiva, acabando por ser importante nas transições de apoio ao extremo esquerdo dos dragões. Com Mangala, os azuis e brancos poderão ganhar maior consistência defensiva mas não deixa de ser uma alteração significativa no sistema de jogo de Paulo Fonseca.

No meio campo azul e branco é de salientar a mudança técnico-táctica que tem sido implementada nos dois últimos jogos, com a inclusão de Carlos Eduardo no miolo. O médio ofensivo que joga a “nº10” é o principal apoio de Jackson Martinez no ataque, o que permite a Lucho Gonzalez jogar na sua posição de raiz.

Na partida anterior frente ao Rio Ave foi clara a tentativa de regressar ao sistema utilizado na época passada, com a inclusão de dois extremos puros, como são Varela e Licá, que permitem ao Futebol Clube do Porto, com a ajuda de Carlos Eduardo, servirem o ponta de lança em melhores condições. O Olhanense deverá entrar em campo numa postura defensiva, espreitando o contra-ataque. Destaque para os regressos de Luis Filipe, recuperado de uma lesão e do lateral-esquerdo Seric que cumpriu castigo na última jornada.

Onzes prováveis

 

  

VAVEL Logo