Grupo C da Taça da Liga: Braga e Belenenses de olhos nas «meias»
Braga e Belenenses disputam entre si uma vaga nas meias-finais da Taça da Liga

Pode-se dizer que a última jornada do Grupo C da Taça da Liga está salomonicamente dividida. Em Aveiro, Beira-Mar e Estoril entram em campo já eliminados; uma oportunidade para ambos os treinadores fazerem experiências ou dar minutos a jogadores menos utilizados. Já Braga a situação é totalmente diferente; Braga e Belenenses entram em campo separados por apenas dois pontos; se para os Guerreiros um empate basta, já para os de Belém só a vitória interessa.

Braga x Belenenses: minhotos com margem de manobra

Depois das vitórias diante de Estoril e Beira-Mar, o Sporting de Braga entra para o encontro decisivo do Grupo C da Taça da Liga com 6 pontos, mais dois que o Belenenses, adversário do próximo sábado. A liderança do grupo permite aos bracarenses encarar a partida com outra segurança; os minhotos precisam apenas de um empate para garantir a passagem às meias-finais. Perante esta conjuntura, o treinador Jesualdo Ferreira acaba por atribuir o favoritismo da partida à sua equipa.

«Somos favoritos porque jogamos com dois resultados e jogamos em casa, mas creio que isso dos favoritismos é algo irrelevante», referiu o técnico dos minhotos. Apesar da confortável posição em que a sua equipa se encontra, o treinador dos arsenalistas enfatiza a importância do jogo diante do Belenenses, realçando o carácter decisivo do encontro, assim como o crescendo de forma do adversário. «Amanhã não é apenas um jogo. É uma final. Temos dois resultados que nos favorecem, é um quadro definitivo. Este jogo interessa muito ao Belenenses pois é a sua hipótese em ganhar um título, mas o nosso único objectivo é a vitória. É uma partida que antecede duas que nos podem possibilitar a conquista de um título. O Belenenses tem crescido bastante nos últimos jogos, eles vêm com uma motivação alta mas queremos vencer.» De referir que o Braga é ao actual detentor do troféu, após ter derrotado o FC Porto na final da temporada passada. Os minhotos não perdem um desafio para a Taça da Liga desde a temporada 2010/2011.

Para os lados de Belém, a semana foi de incerteza. Após alguma especulação em relação à saída de Mitchell van der Gaag, na passada quinta-feira chegou a confirmação de que Marco Paulo iria mesmo tomar o comando da equipa, pelo menos até final da temporada.

Em relação ao encontro de Braga, a equipa da Cruz de Cristo chega ao Minho ainda com hipóteses de chegar às meias-finais. O treinador Marco Paulo aproveitou para aliviar a pressão sobre a sua equipa, indicando o campeonato como prioridade para os azuis do Restelo. Apesar disso, o treinador não deixou de manifestar o desejo da equipa em alcançar o triunfo. «O campeonato é a nossa prioridade. Queremos ganhar, ainda assim, este não é um jogo crucial para a época porque nunca assumimos a Taça da Liga como uma prioridade.» No que toca aos convocados, a única novidade diz respeito a Fábio Sturgeon; o internacional sub-21 regressa aos convocados após ter falhado o encontro diante do Rio Ave devido a lesão. De fora fica Deyverson, por opção técnica, já para não falar de João Afonso e Tiago Silva, ambos lesionados.

Beira-Mar x Estoril: serviços mínimos

Se a partida em Braga decide a passagem às meias-finais da Taça da Liga, já o encontro entre Beira-Mar e Estoril não terá qualquer tipo de consequências no que toca ao futuro de ambas as equipas na prova. A equipa da casa entra para este jogo na última posição do grupo sem qualquer ponto somado, fruto das derrotas diante de Braga e Belenenses. Situado a meio da tabela da Segunda Liga, é provável que o treinador Jorge Neves proceda a algumas alterações no onze.


No que diz respeito aos convocados, a grande novidade é Dudu, um dos mais recentes reforços de inverno dos aveirenses. Para além do brasileiro, há ainda a referir as entradas do médio Nader, e do guarda-redes Samuel, que substitui o habitual titular Rui Rego. Em situação semelhante à do Beira-Mar está o Estoril Praia. A equipa da Linha soma apenas um ponto na Taça da Liga e já não tem qualquer hipótese de qualificação. Face a esta situação, o treinador Marco Silva vai usar a partida deste sábado para dar minutos a jogadores menos utilizados. «Vamos aproveitar para dar minutos a alguns atletas que não têm sido tão utilizados, para podermos observá-los em competição, e para que eles ganhem ritmo de jogo, porque jogar é diferente de treinar.», afirmou o técnico português.

Apesar da qualificação já não ser possível, o treinador dos canarinhos não deixa de realçar a vontade da equipa de sair de Aveiro com uma vitória. «O apuramento já não é possível mas neste jogo a nossa ambição de vencer não deixará de estar presente», sublinhou. No que toca aos convocados, destaque para a inclusão de jogadores menos utilizados, como é o caso do guarda-redes João Manuel, e dos avançados Rui Caniço e Leandro Borges.


VAVEL Logo