Triunfar e marcar, eis a missão do Dragão
Os azuis e brancos já não sabem o que é vencer fora de portas desde Dezembro, altura em que bateram o Rio Ave por 1-3. Essa foi também a última vez que fizeram balançar as redes enquanto equipa visitante, daí para cá, derrotas na Madeira por 1-0 com o Marítimo e no clássico da Luz por 2-0 diante do Benfica. É certo que o segundo lugar da Liga foi alcançado, mas um passo em falso com o Gil Vicente pode não só colocar de novo o Porto no terceiro lugar, como e mais importante ainda poder ver alargada a distância para o líder Benfica. 
 

Ainda sabem ganhar fora?

Aliás esta temporada os dragões já contam com treze pontos perdidos fora de casa, somando apenas quatro vitórias. É portanto imperial que este domingo a equipa volte a ganhar, até porque quando entrar no Estádio Cidade de Barcelos, terá a vantagem de saber os resultados de Benfica e Sporting, o que colocará certamente uma pressão extra na turma portista. A contestação a Paulo Fonseca tem sido evidente nos últimos desafios e nem mesmo com a vitória alcançada na jornada anterior com o Paços de Ferreira, livrou o técnico de ouvir mais assobios dos adeptos azuis e brancos.
 

A surpresa Mikel, nas ausências de Defour e Carlos Eduardo

Paulo Fonseca tem para este encontro um meio-campo limitado. Sem os lesionados Defour e Carlos Eduardo, o técnico deverá colocar no eixo do terreno Fernando, Josué e o mexicano Herrera, deixando o médio nigeriano Mikel no banco de suplentes juntamente com Quintero. Na defesa a dúvida passará pelo homem que fará companhia a Mangala, Abdoulaye foi titular no último encontro frente ao Paços de Ferreira, mas o brasileiro Maicon também espreita a oportunidade. Quanto ao trio ofensivo, Silvestre Varela e Ricardo Quaresma devem continuar a servir o colombiano Jackson Martinez.
 

Vitórias procuram-se!

Estávamos a 3 de Novembro, jogava-se então a ronda nove do campeonato, quando o Gil Vicente recebeu e venceu o Vitória de Guimarães por 1-0. Daí para cá a equipa de João de Deus vem somando por derrotas e empates os encontros disputados, com destaque para o ponto conquistado na última partida em casa frente ao Benfica na igualdade a uma bola. O certo é que depois de um sensacional início de época, onde chegou a ocupar o quarto lugar da classificação a formação de Barcelos tem vindo a cair não só na tabela, mas principalmente na qualidade de jogo apresentado, ocupando nesta altura o 12º posto.
 
É certo que o Porto não será o adversário mais acessível para tentar regressar aos triunfos, mas depois da exibição diante do Benfica e com um relvado que não estará nas melhores condições devido às condições climatéricas, o Gil poderá daí tirar dividendos que lhe permitam alcançar um resultado positivo.
 

César Peixoto é baixa de peso

João de Deus apenas divulga os convocados neste domingo, mas certas são ausências de Bruno Moraes, Cláudio Pitbull, Daniel e Keita por lesão e de César Peixoto que cumpre castigo. E é precisamente neste último que reside o maior problema do treinador gilista, que tem no médio o jogador com mais experiência e que dá outra qualidade na organização ofensiva, mas também e ironia das ironias por ter sido ele quem marcou o golo do triunfo frente ao Vitória de Guimarães.
 

Onzes prováveis

VAVEL Logo