0-1 (Rodrigo, 30´); 0-2 (Luisão, 58´); 1-2 (Eriksen, 64´); 1-3 (Luisão, 83´)
Tottenham x Benfica, directo

Tottenham x Benfica, directo

Francisco_Ferreira
Francisco Ferreira Gomes
TottenhamLloris(GK), Walker (Rose, 77´), Kaboul(C), Vertonghen e Naughton, Lennon, Paulinho, Erikse, Sandro (Bentaleb,82´), Adebayor e H. Kane (Soldado, 75´)
BenficaObalk(GK), Luisão(C), Siqueira, Garay E Sílvio, Fejsa, Rúben Amorim, Sulejmani (Enzo Pérez, 65´), Óscar Cardozo (Gaitán, 65´), Rodrigo (Lima, 87´) e Markovic
ÁRBITROJonas Eriksson; Assitentes: Mathias Klasenius e Daniel Warnmark; Árbitros de Baliza: Stefan Johanesson e Markus Strombergsson Amarelos: Sandro (9´); Sílvio (62´); (Amorim, 81´); Vertonghen (82´)
INCIDENCIASPrimeira Mão dos oitavos de final da Liga Europa Estádio: White Hart Lane, Londres
Live LoaderVAVEL Live SmallLive Match
0-1 (Rodrigo, 30´); 0-2 (Luisão, 58´); 1-2 (Eriksen, 64´); 1-3 (Luisão, 83´)

Concentração, classe e capacidade, assim se resume o jogo do Benfica em White Hart Lane. Os encarnados controlaram a partida na sua grande maioria, e raramente pareceram em apuros perante um Tottenham que, apesar de mostrar a vontade pedida pelo seu treinador, ainda apresenta fragilidades. O ínico de jogo fez-se todo no meio-campo; o Benfica bem organizado e um Tottenham a tentar mostrar serviço, mas sem nunca criar situações de perigo. O segundo quarto-de-hora trouxe uns Spurs mais rápidos e agressivos, contudo os homens de Tim Sherwood mostravam-se impotentes para ameaçar a baliza de um Oblak apenas chamado a recolher cruzamentos e lancamentos longos inconsequentes.

Imperturbáveis, os jogadores encarnados acabaram por demonstrar uma eficácia tremenda, chegando à vantagem na primeira vez que chegaram com perigo à baliza de Lloris; belo lançamento de Rúben Amorim e Rodrigo a finalizar com toda a classe. O golo do Benfica materializou um domínio que, apesar de não ser efectivo, mostrava-se suficiente para anular qualquer iniciativa ofensiva dos Spurs. Até ao intervalo a toada manteve-se: o Benfica a entregar a iniciativa de jogo ao Tottenham e este sem engenho para chegar com perigo à baliza portugesa.

Na segunda parte os londrinos entraram mais agressivos, Kane e Eriksen pegaram no jogo e a equipa melhorou de tal modo que criou um a excelente oportunidade para empatar por Adebayor, a única dos ingleses em lances de bola corrida. Perante um adversário mais ameaçador os encarnados, mais uma vez, não recuaram e mantiveram a concentração e rigor tático. Tal postura acabou por dar os seus frutos no ataque; demonstrando frieza e calculismo "transalpinos", o Benfica chegou ao 2-0 através de Luisão, que correspondeu da melhor maneira a um canto batido por Rúben Amorim; os dois melhores em campo desenhavam o segundo golo encarnado.

Vendo a eliminatória a fugir gradualmente, o Tottenham conseguiu reagir de pronto; falta de Sílvio à entrada da área e um livre exemplarmente batido por Eriksen fazia o 1-2 aos 64 minutos e relançava a partida. Os Spurs galvanizaram-se com o golo, contudo, encontraram um adversário inabalável na sua estrutura e organização, e que parecia que nada tinha acontecido. Jesus refrescou o meio-campo, enquanto que Sherwood baseava-se no factor anímico para manter os mesmos onze em campo, esperando que estes se superassem. Contudo, qualquer réstia de motivação dos londrinos caiu por terra aos 83 minutos quando, após um livre da esquerda, Luisão fuzilou as redes de Lloris, matando o jogo e deixando a eliminatória em excelentes condições para as águias.

Foi um jogo extremamente inteligente e eficaz dos homens de Jorge Jesus; uma equipa que mostrou muita maturidade e frieza, escolhendo, quase que cirurgicamente, os momentos ideais para ferir um adversário já por si fragilizado e que mostrou poucos argumentos para tentar dar a volta à eliminatória em Lisboa. Diz-se que não há dois jogos iguais, mas se o Benfica mantiver esta postura na segunda-mão, a eliminatória ficará decidida.

TERMINA O JOGO EM LONDRES, O BENFICA VENCE POR 3 BOLAS A UMA!

93´Quase o quarto do Benfica! Contra ataque de Gaitán a servir Siqueira que, na cara de Lloris, não conseguiu bater o francês

3 minutos de compensação

87´SUBSTITUIÇÃO NO BENFICA. SAI RODRIGO E ENTRA LIMA

83´GOLO DO BENFICA!! LIVRE BATIDO NA ESQUERDA POR GAITÁN, PRIMEIRO CABECEAMENTO DE GARAY, BOA DEFESA DE LLORIS E LUISÃO, NA RECARGA, A FUZILAR AS REDES INGLESAS!

82´SUBSTITUIÇÃO NO TOTTENHAM. ENTRA BENTALEB PARA O LUGAR DE SANDRO

82´CARTÃO AMARELO PARA VERTONGHEN POR ENTRADA SOBRE GAITÁN

81´CARTÃO AMARELO PARA RÚBEN AMORIM POR FALTA SOBRE NAUGHTON

77´SUBSTITUIÇÃO NO TOTTENHAM. ENTRA DANNY ROSE PARA O LUGAR DE KYLE WALKER

75´SUBSTITUIÇÃO NO TOTTENHAM. SAI HARRY KANE, ENTRA ROBERTO SOLDADO

74´Esteve à vista o terceiro do Benfica! Luisão bateu na frente, Lloris calculou mal a saída à bola, mas ainda foi a tempo de impedir que Rodrigo fizesse o terceiro do Benfica

70´Livre batido na esquerda com a bola a pingar na área benfiquista. Kaboul cabeceou mas Oblak segurou

65´DUPLA SUBSTITUIÇÃO NO BENFICA. ENTRA GAITÁN PARA O LUGAR DE CARDOZO; SAI SULEJMANI E ENTRA ENZO PÉREZ

)

64´GOLO DO TOTTENHAM!! LIVRE DIRECTO EXEMPLARMENTE BATIDO POR ERIKSEN! SEM HIPÓTESES PARA OBLAK!

62´CARTÃO AMARELO PARA SÍLVIO POR FALTA SOBRE KANE. O LATERAL FICA FORA DO ENCONTRO DA LUZ

O Tottenham entrou bem na segunda parte e esteve perto do empate. Perante a entrada enérgica do adversário, o Benfica não se desconcentrou e chegou 2-0; jogo muito competente e eficaz dos encarnados.

)

58´GOLO DO BENFICA!!! CANTO DA ESQUERDA BATIDO POR RÚBEN AMORIM, E LUISÃO A ENTRAR AO 1º POSTE E A CABECEAR COMPLETAMENTE SOZINHO, NÃO DANDO HIPÓTESES A LLORIS! 2-0!!

57´Quase o segundo do Benfica! Kane a perder a bola em zona proibida, e Rúben Amorim a rematar para bela defesa de Lloris

52´ Lennon a receber na direita, a flectir para o centro e a rematar de pé esquerdo, sem problemas para Oblak

50´Assistência de Cardozo para Rodrigo. O 19 tentou o chapéu a Lloris, mas a bola saiu um pouco por cima

49´Grande oportunidade para o Tottenham! Eriksen embalou, serviu Adebayor que, descaído para a esquerda, rematou ao lado

Começa a segunda parte em White Hart Lane

Uma primeira parte muito equilibrada e onde as ocasiões de golo estiveram perto de ser obra de ficção. O primeiro quarto de hora muito jogado a meio-campo, com ambas as equipas a procurar assegurar domínio da zona intermediária. A partir dos 15 minutos o Tottenham começou a mostrar-se mais afoito no ataque, procurando explorar a velocidade de Lennon para desiquilibrar uma defesa benfiquista onde Luisão imperava. Apesar de voluntariosos, os Spurs nunca conseguiram incomodar realmente Oblak; o guarda-redes esloveno nunca foi posto à prova.

Quando o jogo parecia completamente bloqueado, eis que um belíssimo passe de Rúben Amorim lançou Rodrigo que, na cara de Lloris, bateu o francês com toda a calma. O golo deu mais tranquilidade aos encarnados, perante um Tottenham com vontade, mas com pouco engenho para chegar com perigo à baliza das águias.

Intervalo em Londres. O Benfica vencer por 1-0

)

30´GOLO DO BENFICA!!! GRANDE PASSE DE RUBEN AMORIM A ISOLAR RODRIGO! O AVANÇADO, NA CARA DE LORIS A BATER COM A CANHOTA, SEM HIPÓTESE DE DEFESA! INAUGURADO O MARCADOR EM LONDRES!

15´Primeiro remate da partida para o Tottenham. Sandro, à entrada da área, a atirar para fora

Primeiro quarto-de-hora muito morno. A bola a passar quase exclusivamente pelo meio-campo. Remates e lances de perigo são, nesta altura, algo de inexistente.

9´CARTÃO AMARELO PARA SANDRO POR FALTA SOBRE SULEJMANI. O SÉRVIO IA LANÇADO PARA O CONTRA-ATAQUE

Começa a partida, sai o Benfica!

3 mil adeptos benfiquistas nas bancadas

20:00. Equipas já estão no relvado!

19:38. Equipas já aquecem no relvado de White Hart Lane (foto: Isabel Cutileiro)          

Benfica: Oblak(GK), Luisão(C), Siqueira, Garay e Sílvio, Fejsa, Rúben Amorim, Sulejmani, Óscar Cardozo, Rodrigo e Marković

19:07. Tottenham: Lloris(GK), Walker, Kaboul(C), Vertonghen e Naughton, Lennon, Paulinho, Eriksen, Sandro, Adebayor e H. Kane

19:05. Já temos onzes!

19:00. Tim Sherwood não poupa elogios ao adversário; o treinador do Tottenham afirma que o Benfica é um clube de Liga dos Campeões, mas que esse facto não deve influenciar o jogo da sua equipa. «O Benfica está isolado na liderança da Liga portuguesa, têm um jogo fluído e vamos respeitá-los. São vistos como uma equipa de Liga dos Campeões e tiveram azar na forma como foram eliminados, mas não nos deixamos perturbar. Vamos dar o nosso melhor». Em relação ao jogo do fim-de-semana, onde a sua equipa perdeu por 4-0 diante do Chelsea, Sherwood pede outra atitude aos seus jogadores para o encontro desta noite. "Qualquer um pode jogar mal ou jogar pior do que outro porque essa é a natureza do futebol. Mas o que não pode acontecer é não mostrar garra e não quero ver isso novamente, quero ver garra e atitude do primeiro ao minuto 95. E não vou tolerar o contrário disso". (foto: theguardian.com)

18:45. Na conferência de imprensa de lançamento da partida de hoje, Jorge Jesus foi peremptório ao definir o campeonato nacional como primeira prioridade dos encarnados. «Esta é uma competição importante, mas para nós há competições mais importantes. A nossa prioridade é o campeonato». Apesar disso, o técnico português quer manter a identidade da equipa, assim como a sua longa tradição nas provas europeias. «Queremos continuar a demonstrar todo o historial do Benfica e a grande equipa que é. No passado e nestes últimos cinco anos, o Benfica tem chegado quase sempre às decisões na Europa, tanto na Liga Europa como na Champions. Queremos manter a identidade do Benfica como clube histórico a nível mundial». (foto: slbenfica.pt)

18:30. No Tottenham o destaque vai para o regresso de Christian Eriksen (foto: tottenhamhotspur.com). O internacional dinamarquês é o segundo jogador do plantel com mais minutos na Liga Europa (350), e certamente regressará ao onze de Tim Sherwood para o encontro desta noite. À frente de Eriksen estrará provavelmente Jermain Defoe; o avançado inglês é o melhor marcador dos Spursna prova com 5 golos.

18:15. A lista de convocados do Benfica para o encontro desta noite apresenta algumas novidades. Dando continuidade ao processo de rotação do plantel, Jorge Jesus deixou Maxi Pereira em Lisboa, chamando Sílvio e Sulejmani, jogadores que falharam o embate diante do Estoril. Em relação ao onze inicial, Óscar Cardozo poderá voltar à frente de ataque; o paraguaio marcou a todos os clubes ingleses com quem jogou, contabilizando um total de 7 golos. (foto: gettyimagens.pt).

18:00. A eliminação diante do Benfica é um dos poucos desaires do Tottenham diante de equipas portuguesas. Em 10 partidas, os Spurs contabilizam 7 vitórias, 1 empate e 2 derrotas, contabilizando ainda um registo perfeito aquando dos jogos disputados em White Hart Lane. Já o Benfica apresenta um longo histórico de partidas diante de emblemas ingleses; em 32 partidas realizadas, as águias contam com 10 vitórias, 5 empates e 17 derrotas, dez das quais fora de portas.

17:45. Tottenham e Benfica não têm grande historial em termos de confronto directo. O único embate entre estes dois clubes em partidas oficiais data do ano de 1962. A primeira mão das meias-finais da antiga Taça dos Clubes Campeões Europeus foi jogada a 21 de Março, no Estádio da Luz. Um golo de Simões e um bis de José Augusto garantiram uma vitória por 3-1; em Londres foram os ingleses a triunfar, mas o golo de Águas garantiu a passagem das águias à final de Amsterdão e consequentemente ao seu segundo título europeu. (foto: gettyimages.pt)

17:35. O Tottenham conta com dois triunfos nesta prova. Ainda sob a designação de “Taça UEFA”, os Spurs venceram esta prova na época 1971-72, diante do Wolverhampton, e na temporada 83-84, os ingleses derrotaram na final o Anderlecht (foto: pt.uefa.com). Já o Benfica conta apenas com uma presença na final da competição, precisamente na época passada. No Arena de Amsterdão, os encarnados foram derrotados pelo Chelsea por 2-1.

)

17:30. Já o Benfica surge na Liga Europa após o terceiro lugar do grupo C da Liga dos Campeões. Nos 16-avos de final, os encarnados não tiveram problemas em eliminar o PAOK Salónica. Depois da vitória por 1-0 na Grécia, as águias venceram em casa por 3-0, numa eliminatória sempre controlada pela equipa portuguesa.

)

17:15. O Tottenham chega a esta fase tendo já disputado a fase de grupos da Liga Europa, da qual saíram com um registo perfeito de 6 vitórias em outros tantos jogos. Nos 16-avos de final, os Spurs tiveram de suar para ultrapassar o incómodo Dnipro; após a derrota na primeira-mão por 1-0, os londrinos viram essa diferença aumentar no segundo jogo. O golo dos ucranianos despertou a equipa de Tim Sherwood, que puxou dos galões e venceu a partida por 3-1.

17:00. Muito boa tarde e sejam bem-vindos à transmissão do encontroTottenham x Benfica, jogo relativo à primeira mão dos oitavos de final da Liga Europa. Todos os lances, todos os golos , e grátis aqui naVAVEL.com. (foto: tottenhamhotspur.com)

VAVEL Logo