Licá ou Fernando: Quem vai ao Brasil?
Montagem de Miguel Robayna

Com a época a terminar, chega a altura de Paulo Bento escolher quem são os 23 a levar até ao Brasil. O actual seleccionador nacional tem escolhas já conhecidas de todos nós, mas a verdade é que a dúvida mais evidente está em dois jogadores do FC Porto: Licá e Fernando. Apesar de Licá já ter sido convocado por Paulo Bento depois da lesão de Danny, Fernando tem estado em destaque no meio-campo portista e mesmo com Licá a ajudar no meio-campo e no apoio a Jackson, a escolha pode ser bem mais complicada do que aparenta.

Desde a entrada de Luís Castro para o comando técnico da equipa portista que Licá pareceu baixar o ritmo de jogo e tem estado mais apagado. Já Fernando tem estado em excelente forma e mostra-se capaz de segurar o meio-campoazul e branco. Uma decisão complicada, mas que mostra que os seis portugueses presentes no plantel portista têm qualidade para representar as cores nacionais.

A questão da nacionalização

Como se sabe, Fernando não é português, mas sim brasileiro. Nascido e criado no Brasil o jogador do FC Porto chegou até dizer que «é impossível naturalizar-me português», contudo a naturalização apareceu em Dezembro do ano passado e Fernando pode agora representar a Selecção Portuguesa se Paulo Bento assim o desejar.

Fernando mostrou "o orgulho de ser português" nas redes sociais (Foto: Abola)

Mas muitos são os adeptos da Selecção Nacional que não concordam com a naturalização de jogadores, contudo a Federação Portuguesa de Futebol e os orgãos máximos de legislação portuguesa continuam a aprovar os pedidos de jogadores estrangeiros, principalmente brasileiros, a actuar no campeonato português. Concorde-se ou não, a verdade é que cada vez mais se vêm jogadores brasileiros naturalizados portugueses, a actuar com as cores portuguesas. Já foi Deco e agora é Pepe, poderá ser Fernando o próximo naturalizado a ser uma opção de Paulo Bento para a ida à sua terra natal?

Licá: O menino brillhante

Licá chegou esta época ao FC Porto. Depois da brilhante prestação com as cores doEstoril, Marco Silva viu um dos seus meninos de ouro rumar para o Norte do País. Em 76 jogos vestido com as cores amarelas, Licá contou com 20 golos. Jáno FC Porto, onde tem contrato até 2018, o médio nascido em Lamelas já conta com 4 golos em 32 jogos. Sendo avançado de raiz, Licá também sabe brilhar a meio-campo como médio ofensivo e é aí que tem merecido especial atenção da equipa técnica azul e branca.

Licá já jogou contra o Estoril vestido de azul e branco. (Foto: Zerozero)

Quatro golos já fazem parte do curriculo de Licá no FC Porto e apesar de este ano a prestação azul e branca ter ficado aquém do esperado, Licá é visto com bons olhos pelos adeptos nas bancadas do Dragão. Desde a saída de João Moutinho, James Rodriguez e Lucho Gonzalez que o FC Porto pareceu apagar-se, mas aos poucos, o meio-campo e as alas parecerem recompor-se. Contudo, desde a entrada de Luís Castro que o ex-Estoril não se tem visto. O lugar a meio campo tem sido dado a Fernando e nas alas Varela e Ricardo Quaresma têm dado o apoio necessário a Jackson Martinez e o técnico portista parece não sentir necessidade de colocar em jogo o português.

Estará então comprometida a ida ao Brasil? Ou será que Paulo Bento já viu o suficiente para acreditar que Licá consegue dar conta do recado para o poder levar até ao Brasil?

Fernando: A revelação

Quando Licá chegou, já ele lá estava. O brasileiro, agora naturalizado português, chegou ao FC Porto em 2007 e já foi emprestado ao Estrela da Amadora. Apesar de tudo, só esta época Fernando parece estar a revelar-se. Tal como Licá, teve a sua oportunidade de revelar a sua qualidade em campo a partir da saída de Moutinho, James e Lucho. Contrado ao Vila Nova em 2007, Fernando já conhece bem a equipa azul e branca. Em 228 jogos o médio portista conta apenas com seis golos. Um número pequeno é verdade, mas que mostra que é sempre chamado a jogo.

Paulo Bento poderá mesmo escolher Fernando para o apoio a Moutinho e a Veloso, mas será o médio melhor que Licá? Uma vantagem que Licá poderá ter é a de saber jogar em mais do que uma posição, já Fernando é médio defensivo e apesar de fornecer o apoio para Quaresma e Varela quando é necessário é nessa posição que tem jogado desde a chegada ao Porto.

Fernando está no FC Porto desde 2007. (Foto: CM)

em vantagem para Fernando, estão os minutos em campo. Quando comparamos o tempo dos dois jogadores em campo ao longo da época, vemos que a diferença não é muita, contudo Fernando parece manter-se durante os 90 minutos, já Licá tem mais tendência para entrar ao longo do segundo tempo, salvo excepções como os jogos da Taça da Liga e da Taça de Portugal.

A escolha não vai ser fácil, contudo, terá de ser feita. Paulo Bento estará atento e os dois jogadores têm até ao final da época para provar que merecem estar nos 23 que vão até ao Brasil.

VAVEL Logo