Ghilas levaria águia a sério

Ghilas levaria águia a sério

Enquanto o Benfica deverá utilizar jogadores da sua equipa B, Nabil Ghilas possui uma boa oportunidade para mostrar serviço pelo FC Porto.

rafaelreis
Rafael Reis

Se não for a primeira vez pelo menos andará perto – um clássico entre Benfica e FC Porto tão desinteressante e inexistente em termos classificativos no decorrer da última jornada que não reúne a atenção de praticamente ninguém e ainda motivará para as águias uma total rotação da sua equipa. A revolução no Benfica será de tal maneira que garante até a utilização e inclusivamente a titularidade para várias unidades pertencentes à sua equipa B que dessa forma passarão também a contar com a distinção de campeões nacionais no currículo.

No final de uma época de desilusão que ainda proporcionou duas derrotas e um empate num total de quatro confrontos com o grande rival com duas eliminações nas Taças pelo meio, pouco mais interessado estará o FC Porto na partida frente ao Benfica, podendo ainda lamentar a ausência em Nabil Ghilas uma curiosa excepção que poderia, quem sabe, valer uma despedida menos infeliz e uma vitória que provocaria… um meio sorriso.

FC Porto deverá contar com Ghilas nos próximos anos

Individualmente, Ghilas não deverá estar desapontado com o que conseguiu produzir tendo em conta que passou os primeiros meses na sombra de Jackson Martinez com uma quase inexistente utilização de forma quase inexplicável até que o treinador que deu início à temporada dos dragões, Paulo Fonseca, se ‘lembrou’ dos seus préstimos, curiosamente como um elogio às qualidades de Jackson. A partir do momento em que passou a ser aposta, o argelino correspondeu, principalmente nos encontros em que alinhou na Liga Europa, sendo de destacar o tento que apontou em Nápoles e que ajudou a um apuramento perante «uma equipa pela qual tenho muito respeito,» como assinalou o próprio no pós-jogo ainda em Itália.

Antes ostracizado por Fonseca, o atacante que deverá representar o seu país no Mundial 2014 passou a representar uma figura importante, em especial na deslocação dos dragões ao terreno do Sevilla, ainda que muitos duvidassem do poder atacante do FC Porto ao contar apenas com Ghilas para a posição 9 num encontro de tão grande importância e que acabou por afastar os dragões perante um adversário que se qualificaria para o final da prova.

Semanas mais tarde, Ghilas acaba por não ter mais uma prova de fogo, especialmente importante para si uma vez que permitiria apurar o seu ‘faro goleador’ numa fase em que parece bem possível a saída de Jackson nas próximas semanas, o que poderá conduzir o africano até à condição de titular.

Com a transferência de Jackson no horizonte, Nabil Ghilas poderia ter ante o campeão nacional uma oportunidade para passar a mostrar serviço aos olhos do recentemente apresentado novo técnico dos azuis-e-brancos, Julen Lopetegui, que ficaria certamente muito satisfeito caso tivesse a garantia de possuir na forja a referência ofensiva para a próxima época. Tem a palavra o argelino... mas só na pré-temporada

VAVEL Logo