Rosberg fica na Mercedes; Alonso mais longe
A manutenção de Rosberg (à esquerda) na Mercedes afasta Alonso (Foto: Formula1.com)

Nico Rosberg, piloto alemão da Mercedes, viu o seu contrato renovado por mais dois anos. O colega de equipa de Lewis Hamilton vê assim premiadas as suas boas exibições, taco a taco com o inglês.

O contrato do piloto alemão, ligado à Mercedes desde 2010, terminava no final da presente temporada, mas os bons resultados de Rosberg (venceu o GP da Austrália e terminou em segundo todas as seguintes quatro corridas -- Malásia, Bahrein, China e Espanha), rodando sempre muito perto do seu colega Hamilton, não deixaram dúvidas aos responsáveis da Mercedes. Rosberg assina assim a renovação do seu contrato dias antes da icónica prova no circuito do Mónaco, que o próprio venceu em 2013.

Caem por terra os rumores sobre Alonso

A Mercedes afasta assim os rumores surgidos no GP de Espanha, que sugeriam que Fernando Alonso poderia trocar a Ferrari pelas Flechas de Prata, e assim reiterando, depois das palavras de Niki Lauda, presidente da marca alemã, que a equipa «tem relações de longa duração com ambos os seus pilotos».

Hoje, no Mónaco, a Ferrari afastou também a polémica: «Ele [Alonso] está empenhado em manter-se envolvido nos futuro projectos reconstruindo a equipa e tornando-a vencedora. Ele não é alguém a pensar em sair.», declarou um porta-voz da equipa de Maranello.

Marco Mattiaci, o recém-nomeado director da Ferrari, elogiou também o piloto espanhol -- «é um grande campeão e eu estou absolutamente extasiado por tê-lo na nossa equipa», afirmou o italiano, que assim se junta à operação de charme que a marca do cavalo rampante parece estar a montar em torno de Alonso. Recorde-se que, a meio da semana, o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, já havia declarado ter em Alonso o «melhor piloto do mundo.»

VAVEL Logo