Jorge Jesus: «O Candeias sempre realçou o perigo que criava»
Jorge Jesus voltou a falar com a imprensa e, mais uma vez, vincou que o contrato que tem com o Benfica é mesmo para cumprir (Foto: AFP)

O treinador do Benfica regressou à televisão. Depois de na semana passada ter falado à Benfica TV, Jorge Jesus voltou a abordar o interesse do Milan, falou de Eusébio, das tácticas utilizadas e dos truques que usa para motivar a equipa. Contudo, foi a Candeias, nova contratação do clube (não confirmada oficialmente), que o técnico encarnado teceu mais elogios. 

A certeza principal é a da permanência no Clube. Jesus voltou a frisar que é no Benfica que pretende ficar nos próximos anos, ainda assim, o período de renovação parece não estar totalmente definido: «Ficou em aberto renovar por mais tempo. Vieira, para além de ser Presidente de uma grande instituição, tem uma relação pessoal comigo. Temos uma linguagem semelhante. Quando ele quiser colocar essa situação será resolvida

Sobre  o facto de ter sido Campeão este ano e de ter ganho as duas Taças da época a nível Nacional, Jorge Jesus diz que tudo se deveu a muito trabalho e muito esforço de toda a equipa: «Todas as épocas, tirando a segunda, senti que a equipa cresceu de ano para ano após a minha chegada e encurtou a vantagem para quem ganhava sempre: o FC Porto. Este trabalho não se faz de um momento para o outro. A estrutura foi muito importante neste caminho

Ainda sobre o convite do Milan, Jesus voltou a vincar que sabe o peso que a sua saída teria para o Benfica, mas acabou por confirmar que os contactos existiram e mais: Luis Filipe Vieira sabia de tudo. «O Presidente do Benfica sempre soube de tudo. Temos de ter cuidado por estamos a falar de um grande clube. Não é qualquer treinador que pode dizer que rejeitou o Milan. Jantei duas vezes com dirigentes do Milan. Conversámos sobre muita coisa e as decisões seguiram o curso que se sabe. A minha convicção sempre foi ficar no Benfica. Eu não penso que o que é verdade hoje, amanhã é mentira. Não quis dizer que não iria sair do Benfica porque não quis passar por mentiroso.»

Sobre as contratações para a nova época, Candeias foi de novo o jogador em foco da entrevista de ontem. Entre vários elogios, Jesus disse que acima de tudo tem de gostar dos jogadores e que eles próprios terão de ter a noção de que dar luta aos titulares, nunca será simples no Benfica: «O Candeias é um jogador que quando jogávamos contra ele, realçava sempre o perigo que criava. À partida, tinha de gostar do jogador, como é óbvio. Todos os jogadores que vêm para o Benfica, vêm com o sonho de jogarem no Benfica e percebem que os colegas têm muito valor e poderão ter dificuldades de adaptação. Percebem que não será fácil dar luta.»

Como se sabe, Jorge Jesus foi jogador do Sporting na época 75/76, e com Manuel Fernandes no painel do programa da SIC (Play-off), a pergunta surgiu entre os antigos colegas de equipa «Podes vir a treinar o Sporting, Jesus respondeu sem medo e confirmou que na era Godinho Lopes existiu até um contacto com Alvalade, mas acabou por não ter sucesso. «É verdade que o senhor Godinho Lopes me convidou, mas para mim o importante é que sou treinador de futebol. Estou contente no Benfica, mas antes de chegar ao clube, treinei outras equipas. Nunca se sabe o dia de amanhã. O facto de o meu pai ter jogado no Sporting, assim como eu, nós enquanto miúdos, ficámos com algum sentimento em relação às equipas por onde passámos. Passei por 18 equipas enquanto jogador. É como quando conhecemos uma namorada

VAVEL Logo