Leão encontra primeira «vítima» da última época

Leão encontra primeira «vítima» da última época

O Sporting defronta esta noite o Arouca no encontro que marca a estreia dos leões perante o seu público em jogos do campeonato. Depois do empate em Coimbra, é proibido perder pontos na ronda que antecede o embate na Luz, numa partida onde Nani será o centro de todas as atenções.

RodolfoReis
Rodolfo Reis

Apesar de se terem encontrado somente por duas ocasiões na época passada, o jogo desta noite entre Sporting e Arouca tem já muito para contar. No relvado de Alvalade vão estar duas equipas que procuram a primeira vitória neste campeonato, depois de ambas terem empatado curiosamente a uma bola na jornada inaugural diante de Académica e Estoril, respectivamente.

Depois porque este foi o encontro que abriu a liga transacta, e onde os leões golearam a formação do distrito de Aveiro por 5-1, tendo curiosamente começado a perder, mas dando a volta ainda antes do intervalo com golos de Maurício e Montero. De resto o colombiano faria mesmo um «hat-trick» e certamente será com esse pensamento que entrará logo mais em campo, na tentativa de acabar com o jejum que dura já desde Novembro último.

No jogo da segunda volta o Sporting esteve de novo em desvantagem, mas conseguiu novamente dar a cambalhota no marcador com golos de Marcos Rojo e Slimani, jogadores que esta noite não estaram presentes. Do lado da turma de Pedro Emanuel continua ainda Bruno Amaro que conseguiu a proeza de marcar nos dois encontros da época passada. No entanto o maior destaque para a partida desta noite está centrada no regresso ao palco leonino de Nani com a camisola verde e branca. O certificado do internacional português chegou ao final da tarde de ontem, e caso Marco Silva o entenda poderá fazer parte do onze titular.

Outro facto que marca o encontro de logo mais vai para Rui Patrício, que fará o seu 197º desafio com ao serviço do Sporting, igualando o recorde de Fernando Peyroteo.

Fredy Montero reencontra a sua primeira vítima (Foto: lusogolo.com)

«A equipa está confiante»

Na antevisão ao jogo, Marco Silva salientou as dificuldadades que o Sporting irá encontrar frente ao Arouca. «Vai procurar jogar no nosso erro e temos de ter o domínio do jogo. O Arouca vai querer dificultar-nos ao máximo a nossa tarefa, prima pela grande organização, à imagem do seu treinador», referiu. O técnico leonino afirmou que respeita «muito o adversário», e quer que os seus jogadores sejam consistentes durante todo o encontro. «Quero uma equipa à imagem da primeira meia hora em Coimbra, mas queremos manter isso mais tempo, porque só meia hora não basta», sublinhou. Marco Silva refere que a sua equipa está confiante para o jogo de logo mais, apesar do empate na primeira jornada. «Os jogadores trabalharam de forma árdua durante a semana e queremos vencer o primeiro jogo diante dos nossos adeptos. A equipa está confiante, sinto isso».

Sobre a chega de Nani, o treinador leonino aliviou toda a pressão sobre o jogador. «Todos os jogadores têm dado uma excelente resposta e Nani será mais um elemento no grupo de trabalho. É óbvio que é um elemento importante pela qualidade, experiência e maturidade que tem e também pela vontade que mostrou em estar aqui, mas não vamos pensar que vai resolver todos os nossos problemas», concluiu.

Nani pode estrear-se esta noite pelo Sporting (Foto: galaxiafutebolistica.blogspot.com)

«Trabalhamos sempre para conquistar pontos»

No lado do Arouca o treinador Pedro Emanuel está ciente do adversário que vai ter pela frente, mas acredita no valor da sua equipa. «Preparamos o jogo com aquilo que é a nossa realidade e, acima de tudo, preparamos a equipa para os momentos em que somos fortes. A humildade e o espírito colectivo que unem esta equipa permitem-nos acreditar», afirmou. O técnico mostra respeito pelo Sporting e não esquece o factor Nani. «Trabalhamos sempre para conquistar pontos e vamos à conquista disso mesmo, respeitando um adversário forte e que está entusiasmado com a chegada de um jogador e que querem lutar para ser campeões», referiu.

Pedro Emanuel sublinha que os desenvolvimentos em torno de Rojo e Slimani, podem ter afectado os leões, mas que isso não faz com que fiquem mais fracos. «Isso afecta o espírito do grupo de trabalho, mas não deixam de ser uma grande equipa. A pressão existe sempre para o lado do Sporting, até pelo empate da semana passada», concluiu.

Em relação aos convocados do Sporting, o treinador Marco Silva chamou 20 jogadores para o encontro desta noite. Destaque para as ausências de William Carvalho, que cumpre um jogo de castigo após a expulsão contra a Académica e de Cédric por lesão, e para a inclusão de Slavchev e do reforço argentino Jonathan Silva. Já Pedro Emanuel chamou os mesmos 18 elementos, que fizeram parte da lista da primeira jornada com o Estoril.

Onzes prováveis

 

VAVEL Logo