Braga: Guerreiros em busca da Europa

Braga: Guerreiros em busca da Europa

A época transacta foi estranhamente instável para os lados de Braga. Recentemente habituados a ver a sua equipa nos lugares cimeiros da tabela, os adeptos bracarenses assistiram a uma época muito abaixo das expectativas, e que culminou com o 9º lugar, a pior classificação nos últimos 11 anos. Com um plantel renovado, e nova equipa técnica, é de esperar que os Guerreiros do Minho voltem a lutar pelos lugares europeus.

Francisco_Ferreira
Francisco Ferreira Gomes

Primeiro com Jesualdo Ferreira, depois com Jorge Paixão. O Sporting de Braga apresentou-se num nível bastante inferior  àquele a que tem vindo a habituar os seus adeptos; considerada como uma equipa de traquejo europeu, os bracarenses viram-se assolados de problemas ao longo da época. Para além da liga, os arsenalistas viram-se também afastados pelo Rio Ave das finais da Taça de Portugal e Taça da Liga.

Apesar das várias lesões que assolaram o plantel ao longo da temporada, especialmente no sector defensivo, a verdade é que a qualidade da equipa nunca veio ao de cima, culminando numa prestação global muito áquem das expectativas. Nesta nova temporada, e com Sérgio Conceição ao leme, o Sporting de Braga arranca com esperanças renovadas em regressar às boas prestações nas provas nacionais, e, consequentemente, um regresso às competições europeias.

Para tal, a direcção dos bracarenses procedeu a muitas alterações no plantel, mormente em termos de saídas. Em sentido contrário, é também de realçar o forte investimento no reforço da equipa, tendo em vista os objectivos europeus do clube. Jogadores como Djavan, Pedro Tiba, Tiago Gomes ou Stanislav Kritciuk são apenas alguns dos nomes que se junta a um plantel onde experiência e juventude vivem em conjunto, e onde a ambição e espírito guerreiro são imagens de marca.

Possível onze tipo

Dados do Clube

Nome: Sporting Clube de Braga

Fundação: 19 de Janeiro de 1921

Participações na Primeira Liga: 59

Melhor Classificação: 2º lugar na época 2009/2010

Títulos: 1 Taça Intertoto (2008), 1 Taça de Portugal (1965/66), 1 Taça da Liga (2012/2013)

Plantel

Nome Posição Procedência Nacionalidade Idade
Stanislav Kritciuk Guarda-Redes No clube desde 2012 Rússia 23
Victor Golas Guarda-Redes Sporting CP Brasil 23
Matheus Magalhães Guarda-Redes América Mineiro Brasil 22
Vincent Sasso Defesa No clube desde 2012 França 23
Tiago Gomes Defesa Estoril Praia Portugal 28
André Pinto Defesa No clube desde 2013 Portugal 24
Baiano Defesa No clube desde 2011 Brasil 27
Djavan Defesa Corinthians Alagoano Brasil 26
Aderlan Santos Defesa No clube desde 2012 Brasil 25
Marcelo Goiano Defesa Grêmio Anápolis Brasil 26
Rúben Micael Médio No clube desde 2012 Portugal 28
Rafa Silva Médio No clube desde 2013 Portugal 21
Pedro Tiba Médio Vitória de Setúbal Portugal 25
Custódio Médio No clube desde 2010 Portugal 31
Luíz Carlos Médio No clube desde 2013 Brasil 29
Danilo Médio Vasco da Gama Brasil 18
Mauro Sousa Médio No clube desde 2012 Brasil 23
Salvador Agra Avançado No clube desde 2013 Portugal 23
Éder Avançado No clube desde 2012 Portugal 26
Pedro Santos Avançado No clube desde 2013 Portugal 26
Alan Avançado No clube desde 2008 Brasil 35
Felipe Pardo Avançado No clube desde 2013 Colômbia 24
Zé Luís Avançado No clube desde 2011 Cabo Verde 23
Franco Acosta Avançado Atlético Fénix (Empréstimo) Uruguai 18

Treinador

Nome: Sérgio Paulo Marceneiro Conceição
Épocas no clube: Estreia
Experiência: Olhanense e Académica
Títulos: -

Apesar da sua ainda curta carreira enquanto treinador, Sérgio Conceição já deu mostras da sua qualidade. Depois de ano e meio ao serviço do Olhanense, o técnico regressou à sua cidade-natal para treinar a Académica de Coimbra. No comando dos estudantes, Sérgio Conceição levou a equipa ao oitavo lugar do campeonato da época transacta, a melhor classificação dos últimos cinco anos. Depois de Domingos Paciência, o Sporting de Braga foi novamente a Coimbra buscar um treinador jovem e com talento suficiente para liderar os minhotos na nova época.

Habituados a um passado recente repleto de sucessos, os adeptos bracarenses certamente não irão tolerar uma temporada semelhante à anterior, algo que aumenta ainda mais a responsabilidade e o grau de desafio que se apresenta perante o novo treinador dos minhotos. O início de temporada apresentou um Braga mais rápido e agressivo em termos ofensivos, mostrando também sinais de solidez na defesa (nenhum golo sofrido em duas partidas). Apesar de estarmos ainda em fase embrionária da temporada, os sinais iniciais apontam para um Sporting de Braga à imagem do seu treinador: aguerrido, lutador e sólido, adjectivos que caracterizam Sérgio Conceição,não só enquanto técnico, mas também aquando dos seus tempos de jogador.

O líder

Nome: Alan Osório da Costa Silva
Épocas no clube: Inicia a sétima
Posição: Extremo
Experiência: Ipatinga, Marítimo, FC Porto, Vitória de Guimarães, SC Braga

É já considerado um símbolo do clube bracarense. O actual capitão de equipa inicia a sua sétima temporada pelos arsenalistas, demonstrando, não só consistência em termos de performance futebolística, como também fidelidade ao clube minhoto. Os quase sete anos passados na Cidade dos Arcebispos dão a Alan um conhecimento profundo do Sporting de Braga, da sua história recente e dos seus objectivos futuros. É um jogador que, apesar de já não conseguir dar o seu contributo dentro de campo durante a totalidade da partida, pelo menos não a 100%, mostra-se como figura imprescindível no balneário enquanto voz de comando das tropas bracarenses.

Contudo, e como qualquer líder que se preze, Alan também lidera por exemplo. O brasileiro pode não jogar os 90 minutos, mas enquanto está em campo dá tudo o que tem pela equipa, algo que, quase sempre, apresenta os seus frutos no desempenho do grupo. Qualquer exército de guerreiros precisa de um líder no campo de batalha, em Braga esse líder chama-se Alan.

A não perder

Nome: Rafael Alexandre Fernandes Ferreira Silva
Épocas no clube: Uma
Posição: Extremo
Experiência: Alverca, Feirense, SC Braga

Depois de no defeso do ano passado ter sido associado ao Sporting, o jovem "Rafa", jovem prodígio em ascenção no Feirense, acabou por rumar a Braga. A verdade é que o pequeno extremo não acusou a pressão de jogar entre os maiores do nosso futebol, apresentando toda a sua técnica, velocidade e irreverência. Apesar da época insatisfatória da sua equipa, a verdade é que Rafa destacou-se nos bracarenses como uma das figuras da época. Com 33 partidas jogadas e 9 golos marcados, o jovem barreirense foi um dos aspectos positivos da época dos guerreiros do Minho.

A prestação de Rafa também chamou à atenção de Paulo Bento; o seleccionador nacional permitiu ao extremo a sua primeira internacionalização A em Fevereiro deste ano, tendo também sido chamado para o Campeonato do Mundo do Brasil.

Após uma época de rápida adaptação e resultados pessoais muito satisfatórios, é de crer que Rafa entre muito motivado na temporada que agora se inicia. É sem dúvida um jogador a ter em conta e que poderá confirmar este ano todo o seu talento e potencial.

VAVEL Logo
CHAT