«Derby» do Minho: Braga e Vitória disputam continuidade na Taça

«Derby» do Minho: Braga e Vitória disputam continuidade na Taça

O castelo do Vitória será o palco da batalha entre vimaranenses e bracarenses, amanhã, num duelo para a quarta eliminatória da Taça de Portugal. A rivalidade entre as duas formações e o carácter decisivo da partida deverão ser condimentados mais que suficientes para tornar o «derby» no prato forte da eliminatória. Neste artigo relembramos a História dos duelos na Taça.

vavel
VAVEL

O «derby» minhoto de amanhã, no contexto da quarta eliminatória da Taça de Portugal 2014/2015, tem todos os condimentos para ser considerado o prato forte da eliminatória: grande rivalidade entre equipas e o carácter decisivo da partida. Estes ingredientes serão o sal e a pimenta do duelo entre Vitória Sport Clube e Sporting de Braga, que se disputará Domingo, às 19:15 horas, no reduto D. Afonso Henriques.

A partida de Domingo, ao fim de tarde, será o décimo primeiro encontro entre as duas formações no âmbito da Taça de Portugal. O histórico entre Vitória de Guimarães e SC Braga começou no longínquo ano de 1959, com a abertura das hostilidades no contexto da prova - a vitória pertenceu aos bracarenses, um esclarecedor 4-0 na primeira mão dos oitavos-de-final da Taça. Na segunda mão, o Vitória venceu por 2-0.

Em 1967, as duas equipas voltaram a chocar nos oitavos-de-final, com a vitória final a voltar a sorrir ao SC Braga: na primeira mão os guerreiros venceram 1-2 os rivais, acabando depois o trabalho na cidade de Braga, com um avassalador 5-0 a 21 de Maio de 1967. Na década de 70, na época de 1977/1978, o Sporting de Braga voltou a levar a melhor ao rival de Guimarães: 0-4 imposto na cidade Berço, completado depois com um empate 1-1 em Braga, nos 1/32 de final.

A estória da Taça de Portugal, escrita entre Vitória e Braga, voltou a ter novo capítulo na temporada 1979/1980. A vitória forasteira do Vitória de Guimarães, por 1-2, significou a primeira vez que os vimaranenses levaram a melhor numa eliminatória da Taça de Portugal, feito que demorou vinte anos, de 1959 a 1979. Os duelos entre os rivais minhotos na Taça voltaria a surgir mais de vinte anos depois, no novo milénio, em 2001.

Na quinta eliminatória, em Dezembro de 2001, os dois rivais empataram 2-2 na Cidade Berço, obrigando a um novo jogo, seis dias depois, Na cidade de Braga, no Estádio 1º de Maio, os guerreiros acabaram por se superiorizar aos vimaranenses, por 2-1, com um bis fulcral do avançado brasileiro Barata. A edição 2012/2013 da Taça viu o último embate entre as duas formações minhotas: o Vitória de Rui Vitória bateu por 2-1 o Braga de José Peseiro.

Um bis de Barrientos (contra um golo de Éder) fez a eliminatória pender para o lado da equipa vimaranense, que com a vitória frente aos bracarenses seguia em frente na prova, enfrentando nas meias-finais o Belenenses. Na final, a equipa de Guimarães seria coroada vencedora da Taça de Portugal, ao bater o Benfica no Jamor, com golos de Soudani e Ricardo Pereira, contrariando a vantagem inicial dada por Gaitán.

VAVEL Logo
CHAT