Benfica x Belenenses: quatorze anos de seca belenense na Luz
Foto: Carlos Patrão e João Trindade/Luso Golo

Benfica x Belenenses: quatorze anos de seca belenense na Luz

Passaram quatorze anos desde a última ida do Belenenses à Luz com um desfecho feliz para os azuis do Restelo. Lito Vidigal, agora treinador do Belenenses, foi titular na Luz em 2000, aquando do triunfo por 2-3. Será que o angolano conseguirá comandar o Belenenses à vitória sobre o campeão Benfica?

vavel
VAVEL

Passaram já quatorze anos desde a última vez que o Belenenses visitou a Luz e, numa partida da Liga portuguesa, subjugou o rival lisboeta Benfica em plena Catedral das águias. Decorria a viragem do milénio quando, a 16 de Abril de 2000, os golos de Maniche e João Tomás foram insuficientes para travar o ímpeto belenense que viria a abafar a Luz: Fernando Mendes, Filgueira e Rui Gregório foram os autores dos golos forasteiros.

Nessa equipa caseira de então, o Benfica tinha ainda nas suas fileiras o «menino de ouro» João Pinto, o jovem goleador Nuno Gomes, o médio Calado, o central Paulo Madeira e o internacional checo Poborsky. Robert Enke, no banco de suplentes, via a era curta de Carlos Bossio terminar a passos largos. O Belenenses, recheado de titulares experientes (como Filgueira ou Wilson), apresentava no onze um nome que hoje comanda o sonho do Restelo: Lito Vidigal, médio titular em 2000, treinador belenense em 2014.

Lito Vidigal foi titular na última vitória belenense na Luz

O prenúncio do clamor da História assemelha-se positivo: Lito Vidigal, um de três angolanos titulares nessa partida dos 2-3 na Luz, fez parte da última formação do Belenenses a bater o Benfica na Luz em jogos do campeonato...será que, agora como treinador, conseguirá liderar a turma do Restelo a uma nova vitória na casa encarnada, quatorze anos depois? O percurso 2014/2015 aconselha cautelas ao favorito Benfica...

O Belenenses está na sexta posição (com menos uma partida que o Sporting que é quarto) e afigura-se um opositor complicado, pouco moldado para o impulso dominador do líder do campeonato, o Benfica. O bom futebol praticado pela formação de Lito Vidigal é um aviso à navegação das águias, que não quererão ver a sua trajectória de liderança perturbada pelo conjunto belenense - o FC Porto e o Vitória SC espreitam uma escorregadela a todo o instante.

Weldon decidiu a última vitória do Belenenses sobre o Benfica

Mas, se há catorze anos que não existem vitórias azuis na Luz para o campeonato, certo é que o Belenenses não tem sido capaz de se desamarrar do domínio do Benfica: desde 2007 que os azuis do Restelo não vencem o Benfica, e, nessa última ocasião fizeram-no por um golo de diferença, 1-0 no Restelo, com um tento de Weldon, avançado que viria a jogar pelo Benfica na temporada 2009/2010, época do primeiro campeonato do reinado de Jorge Jesus.

Muitos corações de «azul e vermelho Lisboa»

Muitos são os jogadores que, estando de um lado da barricada actualmente, já representaram o opositor lisboeta. Eliseu, antigo jogador do Belenenses (trabalhou com Jesus) será um encarnado impedido de actuar na partida, devido a lesão, tal como Amorim, mas a maioria marcará presença. André Almeida, que será titular, já jogou pelos do Restelo; Lima também foi goleador na armada belenense; Miguel Rosa representa o Belenenses mas já se vestiu de vermelho, assim como Deyverson. Nélson, antiga águia agora lateral direito dos azuis de Lisboa, também é presença de peso no duelo. Carlos Martins, ainda sem inscrição na Liga, também trocou o Benfica pelo Belenenses.

Na última partida disputada na Luz, o Belenenses levou a água ao seu moinho e levou da Luz um ponto precioso: na sexta jornada, um empate 1-1 satisfez as pretensões do Belenenses, que até esteve a perder mas soube reagir, com um golo de Diakité.

Onzes provável do Benfica:

Onze provável do Belenenses: 

VAVEL Logo
CHAT