Líder Benfica recebe lanterna vermelha Gil Vicente
Foto: Lusa

Líder Benfica recebe lanterna vermelha Gil Vicente

Às 17 horas deste Domingo, o Benfica receberá na Luz o Gil Vicente, numa partida que colocará frente-a-frente o líder da Liga e o último classificado da tabela.

vavel
VAVEL

A décima quarta jornada guarda-nos um Benfica x Gil Vicente, partida que colocará frente-a-frente o líder da Liga e o lanterna vermelha, o Gil Vicente - entre as duas equipas, um fosso gigantesco de 28 pontos criado em apenas 13 jornadas. O Benfica, sobejamente favorito, graceja ainda do facto de actuar no seu reduto, palco onde perdeu apenas dois pontos até agora, diante do rival Sporting.

Benfica x Gil Vicente: um fosso abissal

Se as tarimbas apresentada pelas equipas ao longo destas 13 jornadas são totalmente antagónicas, o mesmo podemos dizer dos momentos psicológicos de ambas as formações: o Benfica, líder isolado e confortável dominador da Liga, vem de uma vitória histórica no Dragão e pretende somar e seguir, sabendo de antemão que os rivais portistas se mantiveram na perseguição, com o triunfo da passada Sexta-feira (4-0 aos sadinos); os gilistas, por seu turno, seguem no fosso da tabela, sem ainda terem nenhuma vitória.

Os momentos de forma de Benfica e Gil Vicente são abissalmente díspares, o que releva ainda mais a obrigatoriedade da vitória encarnada. O Gil Vicente, que tem como maior feito nesta Liga a angariação de seis empates, aos quais junta sete derrotas, é a quarta defesa mais batida da prova (22 golos sofridos) e marcou apenas oito tentos, mais um que o pior ataque da Liga, destinado ao Arouca, com sete golos rubricados em 13 jogos. Anderson Talisca, artilheiro-mor do Benfica esta temporada, tem tantos golos na Liga como a inteira equipa gilista.

Só a memória recente pode amedrontar a Águia

Com todos os números a seu favor, o Benfica só pode deixar atemorizar-se pela memória recente: na época passada, o Gil Vicente foi, nas duas partidas da Liga, um osso tremendamente duro de roer e a Águia foi obrigada a voos arriscados. Na segunda jornada de 2013/2014, o Benfica esteve a perder na Luz, num momento crítico que precedia a derrota na jornada inaugural, frente ao Marítimo. Os golos de Markovic e Lima salvaram, in extremis, a Águia de um arranque da Liga desastroso. De nada valeu, assim, o golo de Diogo Viana.

Na segunda ronda, à passagem da décima sétima jornada, o Benfica deslocou-se a Barcelos e voltou a encontrar dificuldades acrescidas. Lima abriu o marcador, através de uma grande penalidade, mas a resistência da casa empatou a contenda com um remate de Vitor Gonçalves. Num jogo competente do guarda-redes Adriano, a divisão de pontos penalizou o perdulário Benfica, que ainda desperdiçou um segundo castigo máximo: Cardozo, recém-entrado, chutou e...falhou.

Taça foi desgosto após felicidade do Clássico...

Apesar de liderar a Liga e de chegar a esta jornada banhado pela felicidade pós-Clássico, o Benfica teve um sobressalto tumultuoso a meio da semana, que turvou o sorriso da torcida encarnada - falamos, pois, da eliminação da Taça de Portugal, às mãos dos terríveis arsenalistas, que pela segunda vez venceram o Benfica, agora empurrando o actual detentor do título borda fora (0-2). Já o Gil, comandado por José Mota, avançou na prova graças a um golo tardio de Evaldo (2-1 contra o Penafiel, em Barcelos).

Ausências de peso na fileira encarnada

Este jogo não contará com a presença de André Almeida e Enzo, ambos cumprindo castigo por acumulação de amarelos. O médio argentino fez, ao que tudo indica, o último jogo pelo Benfica, contra o Braga para a Taça de Portugal, e não deverá mais vestir a camisola das águias - a sua ida para o Valência é um dado adquirido. Salvio, com um braço partido, também estará ausente, assim como o capitão Luisão, igualmente lesionado.

Onzes prováveis do Benfica x Gil Vicente:

 

VAVEL Logo
CHAT