Dragões recebem 'castores' da Capital do Móvel
Foto: Miguel Riopa/AFP

Dragões recebem 'castores' da Capital do Móvel

A segunda volta da Liga Nacional continua ao rubro, desta feita um encontro entre Porto e Paços de Ferreira, numa partida que se espera bem disputada com emissão garantida em VAVEL Portugal este domingo a partir das 20h15min.

francisco-dias
Francisco Dias

A 19ª jornada do campeonato português contará este domingo com uma partida de cartaz que irá opor Porto e Paços de Ferreira. Depois da derrota na Madeira, os dragões regressam a casa para enfrentar a sensacional formação da capital do móvel, que derrubou o líder Benfica na ronda anterior. Com objectivos diferentes, dragões e castores entrarão em campo sem novidades nos onzes mas com a certeza de que irão disputar os 3 pontos num jogo que ficará também marcado pelo regresso do técnico Paulo Fonseca à cidade invicta.

Primeira volta: um passo de cha-cha-cha bastou para garantir 3 pontos

Recuando ao longínquo mês de agosto, recordamos a segunda jornada do campeonato, ronda em que o Porto se deslocou até à capital do móvel para enfrentar o Paços de Paulo Fonseca e foram os azuis e brancos a levarem a melhor por uma bola a zero. Numa partida equilibrada e rasgadinha destaque para o domínio dos castores na primeira parte que de nada serviu perante um Porto eficaz que decidiu o encontro ao min. 40 num tiro certeiro do mortífero Jackson Martinez. Na segunda parte os portistas controlaram a magra vantagem e os castores não foram capazes de morder os calcanhares aos dragões verificando-se o 1-0 até ao apito final.

Jogo decisivo para os dragões contornarem o desaire da Madeira

Na ronda 18 do campeonato, o Porto deslocou-se ao estádio dos Barreiros acabando por ser surpreendido pelo Marítimo por 1-0. A equipa de Lopetegui regressa agora ao estádio do Dragão para defrontar a organizada formação do Paços de Ferreira sendo absolutamente obrigatório somar 3 pontos por forma a não deixar escapar o líder Benfica, que nesta ronda já venceu o Boavista.

Na baliza dos dragões estará presente Fabiano, que mantem a titularidade apesar das boas exibições do veterano Helton na Taça da Liga. Os azuis e brancos são a 2ª defesa menos batida da prova, com apenas 10 golos sofridos e para esta partida diante os castores, os laterais serão os habituais Alex Sandro e Danilo, tratando-se de dois imprescindíveis para a tática do treinador, tanto a nível defensivo como também, e principalmente nas manobras ofensivas, onde os brasileiros são muitas vezes letais na forma como cruzam o esférico para a área contrária. Os centrais deverão ser Indi e Maicon que apesar das trocas constantes do treinador espanhol têm sido a dupla mais utlizada para manter a organização defensiva dos azuis e brancos.

No centro do terreno, o treinador parece ter encontrado finalmente a estabilidade que é pedida a um grande, mantendo o tridente composto por Casemiro, Herrera e Óliver Torres. No caso de Óliver é de realçar que poderá ser uma das armas mais mortíferas, frente ao Paços de Ferreira uma vez que atravessa um momento extraordinário, sendo aos 19 anos um pequeno prodígio, que detém uma capacidade de passe invulgar, um perfume na finta e também um instinto goleador que faz com que seja o 2º melhor marcador da equipa com 5 tiros certeiros.

Os 3 da frente deverão ser Quaresma, Tello e Jackson. Na actualidade falar do Porto sem referir Jackson é impossível, uma vez que dos 42 golos marcados até ao momento, o colombiano soma já 14 festejos, demonstrando uma qualidade ímpar que engloba finta, inteligência táctica, versatilidade, controlo de bola, mas acima de tudo uma fome goleadora que costuma ser visível em partidas frente ao Paços de Ferreira, uma vez que se trata de uma das maiores vítimas de cha-cha-cha.

FC Porto tentará manter a perseguição ao líder Benfica, encontrando-se à partida para este jogo na 2ª posição do campeonato com 40 pontos provisoriamente a 9 das águias.

Depois de depenarem a águia seguem-se os dragões no caminho dos castores

O golo de Sérgio Oliveira, que representou o triunfo frente ao Benfica de Jesus na jornada anterior, está ainda no pensamento da formação da capital do móvel, tratando-se de uma motivação extra para mais um difícil embate frente a um grande do futebol português. O treinador Paulo Fonseca, a contas com uma suspensão de dez dias (recebeu vermelho na partida contra o Benfica), irá falhar a partida contra o antigo clube, onde não foi feliz.

Uma das maiores figuras dos castores é o guarda-redes Defendi, que brilhou no passado fim-de-semana ao evitar todas as investidas dos avançados encarnados. No meio-campo Seri, Sérgio Oliveira e Minhoca deverão compor a estrutura base de Paulo Fonseca por forma a equilibrarem os setores dos castores tentando evitar ao máximo as saídas ofensivas do Porto promovendo também contra-ataques constantes.

O Paços deverá apresentar um bloco médio baixo e para tentar bater Fabiano, o técnico ex-Porto conta com Bruno e Edson Faria que são os melhores marcadores da equipa com 6 e 3 golos, respetivamente. Os pacenses encontram-se confortáveis na tabela classificativa em 7º lugar, com 26 pontos e com a curiosidade de terem 24 golos marcados e 24 golos sofridos.

Onzes prováveis do FC Porto x Paços de Ferreira:

VAVEL Logo
CHAT