Mercedes desvela oficialmente o seu W06
Foto de família com o novo W06, a aposta da Mercedes para 2015 (Foto: Mercedes)

Mercedes desvela oficialmente o seu W06

Depois de algumas imagens lançadas nas redes sociais pela marca alemã na semana passada, a Mercedes apresentou esta manhã, em Jerez, a sua nova Flecha de Prata.

hugopalmeida
Hugo Picado de Almeida

Pela mão do campeão em título Lewis Hamilton e do seu colega Nico Rosberg, a Mercedes apresentou o monolugar com que em 2015 espera manter o domínio conseguido em 2014, o W06.

"O diabo está nos detalhes", Lowe

Se é verdade que em equipa que ganha não se mexe, a Mercedes parece ter estendido a lógica ao desenvolvimento do seu mais recente monolugar. O W06 parece uma evolução natural do modelo com que os alemães venceram os dois títulos em jogo em 2014, ainda que Paddy Lowe, director técnico das Flechas de Prata, assuma que "Fomos mais longe do que nunca para encontrar áreas onde obter ganhos de performance. (...) Não haverá muito [de novo] para ver a olho nu, mas muito trabalho foi investido nas partes que estão escondidas. O diabo está nos detalhes.", lembrou. 

Ainda assim, são diversas as alterações visíveis no exterior do monolugar: o nariz do novo modelo (à esq, em baixo) é assinalavelmente mais esguio e afilado, com um desenvolvimento inverso ao do W05 (à esq, em cima) e uma entrada de ar consequente e notoriamente mais pequena. Olhando mais para trás no monolugar, todo o corpo parece mais justo em torno do motor, quer na altura da cobertura e posicionamento da entrada de ar para o motor quer na dimensão dos radiadores nas laterais. (Foto: Daimler/Hoch Zwei)

"Seria muito perigoso descansarmos à sombra das vitórias de 2014", Wolff

Toto Wolff, director da equipa Mercedes, ecoou as palavras de Lowe, lembrando que os meses de Inverno são de intenso trabalho na F1 e que seria perigoso descansar ou abrandar o ritmo após o domínio de 2014. "Estamos inteiramente conscientes de que o sucesso não é apenas duro de conseguir mas que pode também ser de curta duração sem uma abordagem correcta." (Foto: Mercedes)

Para Wolff, toda a equipa sabe como as coisas podem mudar de um dia para o outro num desporto como a F1: "De facto, este é talvez o desporto mais brutalmente honesto; o cronómetro nunca mente."

"Temos de construir um carro rápido e fiável para podermos competir com rivais cuja habilidade e competitividade nunca podem ser subestimadas.", concluiu o técnico austríaco.

VAVEL Logo
CHAT