Sporting x Benfica: os goleadores do Alvalade XXI
Foto original: Maximilian Xavier

Sporting x Benfica: os goleadores do Alvalade XXI

Desde 2004, ano da nova era do Estádio de Alvalade, tornado Alvalade XXI, uma década ficou para trás: em partidas da Liga, disputadas entre Sporting e Benfica, goleadores natos como Liédson e Oscar Cardozo emergiram, contando, com golos, a história dos dez anos de vida do novo estádio leonino.

vavel
VAVEL

Em jogos para o campeonato, Sporting e Benfica debatem-se no novo palco de Alvalade desde o dia 2 de Maio de 2004; o velho estádio do Sporting deu lugar ao renovado Alvalade XXI, e, durante uma década, onze grandes «derbies» foram disputados na toca do novo milénio do Leão de Alvalde: no contexto da Liga, o Sporting angariou apenas quatro vitórias na sua casa, tantas quanto o rival Benfica

Alvalade XXI: uma década de «derbies»

No primeiro jogo no Estádio Alvalade XXI, para o campeonato, Sporting e Benfica mediram forças e foi um golo de antologia do brasileiro Geovanni a decidir a contenda, oferecendo ao Benfica o segundo lugar na Liga 2003/2004. Ricardo voou mas de nada adiantaria: o potente remate, feito a mais de 25 metros, levava indelével selo de golo. Na temporada seguinte, de consagração do Benfica da velha raposa Trapattoni, o Sporting levou a melhor: 2-1 com bis de Liédson contra tento de Nuno Gomes.

O Levezinho deu início ao marcador, aos 22 minutos, respondendo de pronto Nuno Gomes, que acalmou os ânimos de Alvalade; mas o brasileiro, endiabrado, voltou a bater a defesa encarnada, decidindo o jogo a favor do Sporting. Então, na temporada 2004/2005, o Sporting de José Peseiro apresentava bom futebol e abeirava-se dos títulos (Taça Uefa incluída) mas o fim da época viria a revelar-se trágico para os Leões, que acabaram destroçados em todas as frentes.

A partida seguinte, em plena temporada 2005/2006, colocou frente a frente o Sporting do iniciado Paulo Bento contra o Benfica do famoso Ronald Koeman; na terceira jornada, as águias visitaram Alvalade XXI e de lá saíram com uma derrota de 2-1, no dia 10 de Setembro de 2005. O médio leonino Luis Loureiro marcou primeiro mas o Benfica empatou, por intermédio de Simão SabrosaLiédson, solicitado por Tello, finalizou, de cabeça e completou o 2-1.

Em 2006, foi o Benfica a vencer em Alvalade XXI, com um claro 0-2 na temporada 2006/2007. Ricardo Rocha inaugurou o marcador ainda no segundo minuto da partida, e Simão Sabrosa fixou a vantagem, ditando a vitória encarnada na fria noite de Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2006. O Benfica voltou a deslocar-se ao reduto do Sporting, para a Liga, em Março de 2008: 1-1 foi o resultado final. Vukcevic marcou primeiro, Cardozo empatou.

Em Fevereiro de 2009, o Benfica de Quique Flores deslocou-se a Alvalade para defrontar o Sporting de Paulo Bento - jogo emotivo, com golos e incerteza no resultado. Os Leões entraram a ganhar com um golo madrugador de Liédson, ao minuto 11; Reyes igualou, de grande penalidade, mas Derlei voltou a colocar o Sporting na frente, ao abrir da segunda parte. Liédson confirmou, com mais um tento, a vitória, sobrando apenas tempo para o golo tardio de Cardozo que fixou o marcador em 3-2.

Liédson foi sempre dor de cabeça para o Benfica

Na temporada 2009/2010, na qual o Benfica do recém-chegado Jorge Jesus se tornou campeão, registou-se um nulo em Alvalade, 0-0 a penalizar uma partida regida pela cautela defensiva e pela falta de eficácia atacante. Em Fevereiro de 2011 os triunfos forasteiros voltaram: o Benfica visitou a toca do Leão e saiu de lá com dois golos sem resposta - o tango argentino de Salvio e Gaitán arrumou com o Sporting, 0-2 foi o resultado. 

Em Abril de 2012, a caminho do final do campeonato, foi o Sporting de Sá Pinto a vencer os encarnados, marcando um golo sem nenhum conceder: o avançado holandês Wolfswinkel marcou de grande penalidade após queda na área em duelo com Luisão. A última vez que o Benfica bateu, em Alvalade, o Sporting, para o campeonato, foi a 10 de Dezembro de 2012, graças a um brilhante «hat-trick» de Cardozo que pulverizou a boa entrada leonina; Wolfswinkel marcou o único tento sportinguista.

No último jogo jogado em Alvalade XXI, para a Liga, registou-se um empate, na terceira jornada de 2013/2014: Fredy Montero inaugurou, de cabeça, o marcador, mas o extremo Markovic igualou o duelo com uma jogada individual de extrema qualidade. A formação de Leonardo Jardim entrou bem no «derby» e apenas a magia de Lazar Markovic quebrou a barreira defensiva do Leão. Fazendo as contas ao passado, verificamos que existem dois goleadores de Alvalade XXI que se destacam de todos os outros marcadores de golos no novo reduto leonino.

Liédson e Cardozo: os matadores de mão cheia

Liédson e Cardozo são os matadores do intenso «derby» no novo palco de Alvalade: ambos contam com uma mão cheia de golos em partidas Sporting x Benfica para o campeonato. Takuara e o Levezinho dominam a lista de goleadores em «derbies» jogados no Alvalade XXI; em segundo plano encontramos o avançado Wolfswinkel empatado com Simão Sabrosa, ambos com dois golos marcados. O registo de golos demonstra bem a importância do brasileiro e do paraguaio na História dos «derbies» na última década - figuras de proa da rivalidade entre águias e leões, Liédson e Cardozo deixaram marcas na memória de ambos os clubes. Quando pensamos em golo, pensamos, obrigatoriamente, nos dois farejadores de golo.

Cardozo foi tormento para os Leões
VAVEL Logo