Liga BBVA: Valência falhou, Barcelona aproveitou
Foto: Fernando Zueras/AS

Liga BBVA: Valência falhou, Barcelona aproveitou

Na jornada 32 da Liga BBVA, o Barcelona recebeu o Valência de Nuno Espírito Santo e, por duas vezes, abateu a formação «che», com golos de Luis Suárez e Messi. O Valência foi penalizado pela falta de eficácia. Os catalães de Luis Enrique seguem na liderança da liga, com dois pontos de avanço do Real Madrid.

vavel
VAVEL

O Barcelona continua a liderar a Liga BBVA, pelo menos durante mais uma semana; a equipa liderada por Luis Enrique foi a anfitriã do Barcelona x Valência, jogo grande da jornada 32 e terminou os noventa minutos com um triunfo caseiro de 2-0 sobre a equipa treinada pelo técnico português Nuno Espírito Santo.

O Camp Nou bramiu de alegria logo ao primeiro minuto, quando o uruguaio Luis Suárez inaugurou o marcador; o golo do avançado, que bisara frente ao PSG na Liga dos Campeões, teria o condão de abrir o pano para uma partida fácil? Nada disso - o Valência não baixou os braços e aos 10 minutos desperdiçou uma flagrante oportunidade de empatar o jogo. Dani Parejo, frente-a-frente com Bravo, na marca de 11 metros, rematou para defesa segura do chileno. 

Otamendi também ameaçou as redes de Claudio Bravo mas a baliza do internacional do Chile permaneceu inviolada. A formação «che» lutou contra o azar e o desperdício mas nunca se livrou da falta de pontaria: Paco Alcácer rematou ao poste aos 33 minutos, numa de várias grandes perdidas do jogo. Na segunda parte, o fôlego valenciano decresceu e foi Messi, aos 65 minutos, a enviar a bola à barra após livre perigoso.

Com André Gomes, Otamendi, Rodrigo e João Cancelo em campo (entrou na segunda parte para dar maior profundidade ao flanco), o Valência foi ameaçando Bravo mas o nulo forasteiro imperou até ao final. Nos descontos, foi o Barcelona a matar o jogo, marcando por intermédio de Lionel Messi, aproveitando o balanço ofensivo desesperado da equipa de Nuno Espírito Santo. O argentino correu meio-campo com a bola nos pés e, à segunda, bateu Diego Alves, comemorando o golo 400 pelo clube.

Real Madrid mantém-se na perseguição

O Real Madrid também não fugiu às responsabilidades de equipa favorita e bateu o Málaga, no Santiago Bernabéu, por 3-1, mantendo-se na perseguição ao líder catalão que tem apenas mais dois pontos que a formação de Carlo Ancelotti. Sérgio Ramos abriu as hostilidades, marcando aos 24 minutos, e aos 68 James Rodríguez reforçou a liderança; Juamni respondeu aos 70 e Cristiano Ronaldo acertou as contas ao cair do pano, aos 90 minutos, marcando o golo 50 da temporada.

VAVEL Logo
CHAT