Benfica x Astana: Dar à chave da Luz para brilhar na Liga dos Campeões

Benfica x Astana: Dar à chave da Luz para brilhar na Liga dos Campeões

O Benfica apadrinha hoje a estreia da formação cazaque do Astana na Liga dos Campeões. Rui Vitória também fará o debute na prova dos milhões.

vavel
VAVEL

Hoje é dia de arranque da UEFA Liga dos Campeões e, na Luz, o Benfica será o padrinho da estreia da equipa cazaque do FC Astana. A formação treinada pelo antigo jogador Stanimir Stoilov viaja mais de seis mil quilómetros (a deslocação mais longínqua na prova) para rivalizar com a equipa dirigida pelo também estreante Rui Vitória, que hoje liderará o colectivo da Luz, 8 meses depois do último duelo internacional, jogado a 9 de Dezembro de 2014.

Oito meses depois, novo Benfica tenta objectivo dos «oitavos»

Na Luz, no frio mês de Dezembro de 2014, os encarnados realizaram o último jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões, empatando a zeros frente ao Bayer, numa insípida partida que colocou um ponto final na péssima carreira do Benfica na prova dos milhões - apenas cinco pontos acumulados e somente uma vitória para contar (diante do Mónaco, com golo de Anderson Talisca). Apostado em realizar um campanha de sucesso (qualificação para os oitavos-de-final), o Benfica tem de vencer obrigatoriamente o Astana para sonhar com uma meta apenas conseguida por uma vez durante o reinado de Jorge Jesus.

A vitória caseira colocará o Benfica no trilho motivador, ainda para mais sendo o abrir das hostilidades milionárias contra a equipa teoricamente mais fraca do Grupo C; as águias estão obrigadas a amealhar os três pontos para poderem encarar os duelos contra o Atlético Madrid (teórico favorito do grupo) e Galatasaray (competidor directo das águias) com menor pressão. Ainda assim, Rui Vitória fez questão de relevar o respeito merecido pela equipa cazaque, que eliminou o cipriota APOEL (na altura orientado por Domingos Paciência).

Estreias à vista no Benfica

O técnico encarnado deverá estrear Nélson Semedo e Gonçalo Guedes na prova dos milhões (o extremo já gozou desse estatuto de titular diante do Belenenses), e Jonas, que não pôde actuar na prova em 2014/2015, fará o primeiro jogo na «Champions» com a camisola do Benfica. Mitrolgou e Raúl Jiménez também poderão estrear-se de águia ao peito (o grego deverá fazer companhia a Jonas no ataque). Victor Andrade e Nuno Santos, que não serão titulares, alimentam também esperanças de entrarem na partida e efectuarem o debute na famosa Liga dos Campeões.

Onzes prováveis do Benfica x Astana

VAVEL Logo
CHAT