'Caso Cheryshev': Real borrada implicará eliminação na Taça do Rei

Sancionado enquanto jogador do Villarreal, Cheryshev poderá mesmo ter custado, devido a um erro administrativo do Real Madrid, a continuidade dos «merengues» na Taça do Rei.

vavel
VAVEL
'Caso Cheryshev': Real borrada implicará eliminação na Taça do Rei

A continuidade do Real Madrid na Taça do Rei afigura-se como uma miragem, depois do crasse erro cometido pela administração do clube «merengue»: na partida contra o Cádiz, a contar para a quarta eliminatória da competição, a utilização irregular do russo Denis Cheryshev, de 24 anos foi o auto-golo fatal que atirará, de acordo com os regulamentos, a formação de Rafa Benítez para fora da prova.

O médio ofensivo russo, que fez parte das camadas jovens do Real e na temporada passada esteve emprestado ao Villarreal (depois de uma breve passagem pelo Sevilha em 2013/2014), estava impedido de actuar na Taça do Rei devido a uma suspesão adquirida ao serviço da equipa do El Madrigal (viu três amarelos na prova) mas, ainda assim, foi titular na partida frente ao Cádiz, na passada Quarta-feira.

Cheryshev fez até o gosto ao pé, contribuindo para a vitória forasteira de 1-3, enquanto, gracejando nas bancadas, os adeptos caseiros cantavam «Cheryshev não pode jogar!». Um acontecimento embaraçoso para a administração do Real Madrid, que terá como fim a saída prematura da prova - o Cádiz efectuou já, junto da Federação Espanhola de Futebol, uma queixa sobre a indevida utilização do russo.

O jogador acabou por ser substituído aos 30 segundos da segunda parte, alegando Rafa Benítez que o fez para que o clube assim demonstrasse «boa-fé», afirmando que nada se sabia quanto ao impedimento disciplinar que recaia sobre o jogador. Também o Real Madrid afirma que não fora notificado da situação - Florentino Pérez declarou ainda que «o castigo não é efectivo, porque ninguém contactou formalmente o jogador, tal como está previsto nos regulamentos».

VAVEL Logo