FC Porto carimba lugar na final
Fonte: A Bola

FC Porto carimba lugar na final

Quatro dias depois de SC Braga e FC Porto se defrontaram para o campeonato português, o estádio dos minhotos volta a receber as duas equipas, num jogo a contar para a Taça de Portugal.

joanacoelho
Joana Coelho

O jogo começou e o Braga desde cedo mostrou a sua sede de vencer. Aos 3' Wilson Eduardo prega um susto aos adeptos e atira a bola à barra. Uma jogada que começou em Paulinho pela direita e deixou para Wilson Eduardo, que apareceu sozinho.

A equipa da casa dominava e Fabiano parecia não estar concentrado, fazendo várias saídas que podiam ter facilitado a vida aos minhotos. Aos 11' o guardião portista é pressionado, mas Horta acaba por se atrapalhar e não consegue finalizar com sucesso. O Braga ia ameaçando e acaba mesmo por seguir o golo aos 16 minutos. Horta conseguiu escapar pela direita e, nas costas de Manafá, cruzou. Felipe, na tentativa de corte, acabou por fazer auto-golo. Porém, Manuel Mota recebe indicações do VAR e o golo acaba por ser anulado, devido a posição irregular de Ricardo Horta.

Os portistas continuavam a ter bastantes dificuldades a sair a jogar, aspetos que o Braga tentava aproveitar, principalmente a profundidade de jogo. Facto, que, acabou também por ser o culpado de queda de ritmo de jogo e as duas equipas pareciam jogar apenas para segurar o resultado.

Mas o SC Braga agarrava os seus momentos de glória e mostrava que o empate a nulo não era resultado que os satisfazia. Aos 36' Claudemir aproveitou mais um erro de Fabiano e cabeceou, mas a bola passou rente ao poste. Dois minutos depois, o guardião azul e branco volta a errar, desta vez a atrapalhar-se com o seu companheiro de equipa Militão, mas Sequeira não conseguiu a finalização.

As ameaças de golo continuavam e ao bater dos últimos cinco minutos da primeira parte, a equipa da casa antecipou-se no marcador. 1-0 de Paulinho. Tudo começou numa perda de bola de Felipe para Paulinho que avançou para a área e, frente a frente com Fabiano, finalizou com classe. A equipa da casa estava claramente a dominar o jogo.

A segunda parte começou e o futebol apresentado não foi muito diferente. O Braga continuava a dominar e a fazer-se notar na área, em busca do segundo golo e na luta pelo sonho da final da Taça de Portugal. 

As equipas iam fazendo o que conseguiam, em especial, o FC Porto, que tentava pegar no jogo de qualquer forma. Conseguiu, apenas aos 74' com um golo de Danilo Pereira. O golo surgiu pelo canto de Fernando Andrade e Danilo subiu mais alto que toda a gente e cabeceou para dentro das redes. Estava, assim, feita a eliminatória.

O FC Porto acabou a jogar com dez, depois de Felipe ver o segundo amarelo. Ainda assim, a sua passagem à final da Taça de Portugal estava carimbada.

Amanhã Sporting e Benfica defrontam-se para a segunda meia-final desta competição, decidindo quem será o adversário dos azuis e brancos.

VAVEL Logo