MotoGP: Rossi vence em dia de emoções fortes

Catalunha foi palco de um fim de semana cheio de emoções e da segunda vitória da temporada para Valentino Rossi que a dedicou a Louis Salom numa tarde em que Iannone tirou Lorenzo da corrida

MotoGP: Rossi vence em dia de emoções fortes
MotoGP: Rossi vence em dia de emoções fortes

O fim de semana de MotoGP esteve longe de ser positivo para a modalidade. Na sexta feira o piloto espanhol de Moto2 (Mesma classe do português Miguel Oliveira) Louis Salom sofreu um grave acidente onde não resistiu e acabou por morrer. 

O grande prémio esteve correu o risco de nao ser realizado (seria agendado para outro fim de semana) mas acabou por se concretizar. O resultado foi festa Italiana. Valentino Rossi, 38 anos, venceu uma corrida marcada pela a ação e fez com que os sinos da igreja na sua aldeia natal, Tavullia, onde, sempre que o piloto Italiano vence, o padre trata de festejar com a população tocando os sinos como simbolo da vitória do seu piloto de eleição.

A tarefa nao se avizinhava facil para Valentino. Partia de 5.º lugar na grelha e, após a primeira curva, caía para 8.º. Lorenzo ia já em primeiro e dava a entender que ia fugir dos restantes pilotos como lhe é caracteristico. Mas era mesmo Rossi que ia ganhando terreno e registando as voltas mais rápidas. 

Na segunda volta, Rossi e Viñales fizeram uma dupla ultrapassagem a Andrea Iannone, e foi valentino quem soube aproveitar melhor subindo para 6.º lugar. Já ninguém parava o "The Doctor" e na volta seguinte já se encontrava mesmo atrás de Dani Pedrosa ultrapassando-o na nova curva nº 10 (a curva nº12 foi retirada da pista depois do acidente que envolveu Louis Salom). 

Foi na décima volta que Rossi conseguiu a liderança sobre o seu colega de equipa Lorenzo numa ultrapassagem clássica no circuito de catalunha logo na primeira curva. E, enquanto Rossi ia ganhando vantagem, Lorenzo dava por si a perder lugares sucessivamente, chegando até ao 5.º posto muito pouco depois de ter tido a liderança da corrida durante largas voltas. 

Marquez, que partira pela primeira vez em pole position na sua terra natal, estava em segundo e cedo se viu que iria confrontar a liderança de Valentino. Marquez e Rossi encontravam-se de novo. A maior rivalidade do MotoGP atual. Depois do sucedido no ano transato, é sabido que o italiano e o espanhol não têm grandes afinidades e tudo isto servia para apimentar ainda mais um grande prémio cheio de emoção. 

Enquanto lá na frente se discutia a liderança a dois, Lorenzo, por sua vez, tinha agora que lidar com Iannone que se aproximava a passos largos. Se pensavamos que o italiano da Ducati iria ultrapassar de forma limpa o espanhol, estavamos engandos. Iannone precipitouse na 17ª volta na curva nº 10 e travou tarde de mais. A traseira da Dcati acabou por se levantar e o italiano perdeu o controlo da mota indo contra Lorenzo que seguia na linha perfeita de corrida. Ficavam, assim, os dois de fora e Lorenzo mostrava-se claramente furioso com a situação. Iannone acabou por ser penalizado e irá começar de último lugar no próximo grande prémio em Assen. 

Nas úlitmas voltas Rossi e Marquez trocaram diversas ultrapassagens, o pneu dianteiro do italiana estava gasto e faria prever que seria Marquez quem saíria no topo. Mas Valentino encontrou forma de aumentar o ritmo e acabou por vencer a sua 114 corridana sua história de grandes prémios. Rossi dedicou a sua vitória a Louis Salom e afirmou que este fim de semana serviu para a sua relação com Marc Marquez mudar um pouco, para melhor. 

Com a queda de Lorenzo, é Marquez quem obtém a liderança do compeonato com 125 pontos. Mas tudo está em aberto, Lorenzo segue logo atrás com 115 e Rossi em terceiro com 103.