Especial: 1988, o maior campeonato de enterradas da história
Michael Jordan e sua enterrada vencedora (Foto: Sports Illustrated)

Era uma noite de sábado em Chicago, 6 de fevereiro de 1988. Em meio ao fim de semana das estrelas da NBA, o sábado é tradicionalmente o dia dos desafios de chutes de três e, principalmente, do Slam Dunk Contest, o concurso de enterradas. Naquela noite, participava do evento Michael Jordan (Chicago Bulls), Dominique Wilkins (Atlanta Hawks), Otis Smith (Golden State Warriors), Spud Webb (Atlanta Hawks), Greg Anderson (San Antonio Spurs), Jerome Kersey (Portland Trail Blazers) e Clyde Drexler (Portland Trail Blazers).

Wilkins e Jordan passaram com certa facilidade para as semi-finais junto com Otis Smith e Clyde Drexler. Jordan nas semi-finais veio com tudo e conseguiu logo na primeira enterrada uma nota 50, na segunda 48 e na última 47 garantido vaga na final. Já Wilkins dava um show a cada enterrada. Nas semifinais, contabilizou 49 pontos na primeira enterrada, 47 na segunda e na terceira, assim também garantindo vaga na final. Otis Smith com 45, 22 e 42 respectivamente e Drexler 45, 42 e 46 foram eliminados.

Wilkins passou com facilidade para a final do desafio (Foto: Getty Images)

O desenrolar da competição trouxe um confronto esperado por muitos: Wilkins - Jordan numa final de Slam Dunk Contest. Wilkins é quem começou a final, e começou com tudo: em sua primeira enterrada ele já conseguiu 50 pontos. Michael Jordan veio mostrando quis mostrar que também poder levar 50 na sua primeira enterrada e assim o fez. Em sua segunda enterrada, Wilkins novamente deu um show ao público que compareceu no Chicago Stadium, ganhando 50 mais uma vez. Era um show dos dois, com uma enterrada melhor do que a outra. Com o apoio da torcida, Jordan veio para sua segunda enterrada e recebeu um 47, respondido com vaias pelos espectadores. Em seguida, Wilkins foi para sua terceira e última enterrada. Com as duas mãos vindo da zona morta, ganhou apenas 45 e a torcida veio á loucura. Com essa nota, bastava Jordan conseguir um 49 na próxima tentativa para vencer o torneio.

Estava nas mãos de Jordan a última enterrada do desafio. Ele veio para sua última chance muito focado, com toda a torcida em pé na arena. Jordan pega distância de uma ponta á outra da quadra, quica a bola várias vezes e erra a enterrada saindo da linha de lance. Wilkins manteve seu olhar atento e preocupado do banco de reservas. Jordan novamente teve a chance, repetiu todo o ritual e... completou a enterrada. Saindo da linha de lance livre, Air Jordan conseguiu a nota máxima: 50. Uma enterrada memorável que sagrou Jordan bicampeão do torneio de enterradas em um dos momentos mais memoráveis da história do All-Star-Weekend.

O resultado do torneio, no entanto, gera muitas controvérsias até hoje. Wilkins, há cerca de 3 semanas, declarou acreditar ter vencido Jordan e que merecia ficar com o prêmio. Independente do resultado, a avaliação das últimas enterradas foi, de fato, confusa, e a atuação da torcida em Chicago foi determinante nessa confusão. Dominique, entretanto, também disse há mais de um ano que nunca se preparou para um torneio de enterradas, e que, se era para perder para alguém, que fosse para Jordan. Perdendo ou ganhando, os dois entraram para a história naquela noite em 1988.

Você confere todas as enterradas da final entre Wilkins e Jordan abaixo:

VAVEL Logo