Bauru vence Mogi com cesta de três no fim e iguala série das semifinais do NBB
(Foto: Henrique Costa/Bauru Basket

Na noite desta terça-feira (12), Bauru e Mogi das Cruzes se enfrentaram no Ginásio Panela de Pressão, na cidade de Bauru, em duelo válido pelo jogo 2 da semifinal do NBB.

Com parciais de 19 x 13, 22 x 17, 23 x 22 e 20 x 29, a equipe de Bauru venceu a partida e igualou a série em 1 a 1. As equipes voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira (15), em Mogi das Cruzes.

Partida começa equilibrada, mas Bauru leva boa vantagem para os vestiários

O jogo começou bem brigado, com ambas as equipes ligadas no 220. O treinador Guerrinha surpreendeu ao iniciar a partida com Gui Deodato no lugar de Robert Day, porém, a boa marcação do jogador logo justificou a escolha.

O armador Elinho comandava a equipe visitante, já que Shamell e Tyrone, bem marcados, pouco faziam. Pelo lado dos donos da casa, Rafael Hettsheimeir e Alex Garcia incendiavam a panela de pressão com as jogadas de ataque, e assim a partida seguia equilibrada ponto a ponto.

No último minuto do primeiro período, a equipe de Mogi das Cruzes passou a apresentar certo nervosismo, sendo penalizada com duas faltas técnicas. Alex e Hettsheimeir converteram os seus lances livres, e Bauru terminou o quarto na frente, 19 a 13.

No segundo período, a equipe da casa estava mais atenta, muito pelo fator Alex Garcia, que dava show na quadra e ajudava Bauru a abrir vantagem, 34 a 24. Paco Garcia colocou Fillipin em quadra, e com isso, a equipe melhorou. Mas nada que parasse Bauru, que foi para os vestiários em vantagem, 41 a 30.

Mogi das Cruzes coloca fogo no jogo, mas Bauru sai com a vitória

Na volta do intervalo, a equipe de Bauru voltou ainda mais aguerrida e disposta a liquidar logo com a partida. Com a mão calibrada no arremesso de três de Ricardo Fischer, os donos da casa abriram boa vantagem, 53 a 35.

Os comandados de Paco Garcia não se entregaram, e chegaram a esboçar uma reação. Foi ai que apareceu Gui Deodato, que converteu três arremessos de três pontos, levando à torcida a loucura.  Nos segundos finais do terceiro período, a equipe de Mogi das Cruzes diminuiu um pouco a diferença, 64 a 52.

No último e decisivo período, a equipe de Mogi veio para cima e colocou fogo no jogo, diminuindo a diferença para apenas seis pontos, 69 a 63. Os donos da casa sentiram o crescimento do adversário e passaram a errar diversos ataques, e com isso, a diferença caiu para apenas um ponto, 71 a 70.

Alexandre comandava a reação dos visitantes, que conseguiram a virada 71 a 72. Mas, Ricardo Fischer tratou de recolocar Bauru na frente com uma bola de três, 74 a 72.

Os últimos segundos de jogo foram emocionantes. Ambas as equipes se alternavam na frente do marcador. Faltando 16 segundos, Shamell deixou tudo igual, 81 a 81. Porém, quando o cronômetro marcava 3 segundos, Ricardo Fischer converteu uma bola de três, dando a vitória para Bauru, 84 a 81.

VAVEL Logo