Estreia com pé direito! Alemanha bate Islândia e assume liderança do grupo
Foto: Alemanha/ Divulgação

As classificatórias para a Copa do Mundo de 2022, que será realizada no Catar, se iniciaram na última quarta-feira (24) e teve sequência já nesta quinta-feira (25). A data marcou a estreia de Alemanha e Islândia que se enfrentaram na MSV-Arena, em Duisburg.

Após toda a repercussão e rumores da saída do então técnico alemão Joaquin Löw, a Die Mannschaft precisou ignorar os problemas e se prontificar para a partida contra os islandeses. 

A Islândia, por sua vez, procurava espantar a sequência ruim de jogos sem vencer. Os vikings acumulavam cinco partidas sem vitória. 

Alemanha pressiona Islândia e domina o primeiro tempo

A proposta dos donos da casa na primeira etapa estava clara: sufocar o adversário até que conseguissem marcar. Com essa premissa, a Die Mannschaft controlou a posse de bola (83%) e usou todo seu poderio ofensivo para finalizar ao gol em quatro oportunidades.

Os gols saíram rapidamente e assustaram os islandeses que se retraíram. Aos dois minutos, Serge Gnabry recebeu a bola de costas para a meta adversária e apenas escorou para que Leon Goretzka acertasse o fundo das redes.

A Islândia até tentou ser ofensiva e levar perigo ao gol defendido por Manuel Neuer porém, sem sucesso. A zaga alemã estava bem postada e conseguiu se impor diante dos atacantes. Como consequência, conseguiram manter a meta segura.

Poucos minutos após os momentos de pressão, a Alemanha subiu novamente as linhas de ataque e conseguiu forçar o erro na defesa da Islândia. Com a bola nos pés, Joshua Kimmich encontrou Leroy Sané livre para partir em velocidade no corredor esquerdo. Sané invadiu a área e tocou para Kai Havertz finalizar e marcar o segundo.

Apesar do início avassalador da Die Mannschaft, a Islândia conseguiu se recompor e evitar chances claras de gol dos donos da casa. Os vikings inofensivos no ataque com apenas uma finalização.

Islândia leva mais perigo ao gol alemão, mas sem sucesso

Com a vantagem no placar, a seleção alemã diminuiu parte de seu volume ofensivo e permitiu que os islandeses oferecessem perigo à sua defesa.

A Islândia conseguiu chegar na meta de Manuel Neuer em duas oportunidades. O goleiro, por sua vez, impediu as chances do time adversário.

O único gol da etapa final saiu dos pés Ilkay Gündoğan. Após os alemães fazerem pressão na saída de bola islandesa, a Die Mannschaft conseguiu um lateral. Gnabry recebeu o passe e encontrou Gundogan que mandou no canto do goleiro e fechou o marcador.

A partida marcou a estreia de Jamal Musiala, jovem promessa do Bayern de Munique, que estava dividido entre atuar pela Inglaterra ou pela Alemanha.

VAVEL Logo