Com dois de Cristiano Ronaldo, Manchester United vence Arsenal em Old Trafford
Foto: Divulgação / Manchester United

Que jogo maluco, meus amigos! Valendo pela 14ª rodada da Premier League 2021-22, tivemos mais um clássico para a conta: o Manchester United recebeu o Arsenal em Old Trafford na tarde desta quinta-feira (02). De um lado, o time de Michael Carrick tentava mais um bom resultado no comando dos Red Devils antes da chegada de Ralf Rangnick. Do outro lado, Mikel Arteta precisava de uma vitória simples para entrar no G-4 do campeonato. 

Em um grande jogo cheio de surpresas, deu United por 3 a 2. Os gols foram feitos por portugueses: Bruno Fernandes e dois de Cristiano Ronaldo. Smith-Rowe e Ödegaard diminuíram para o time de Londres.

O empate (confuso) da primeira etapa

Mais um derby  bem movimentado em Manchester. Do lado dos Red Devils, o empate do fim de semana contra o líder Chelsea deu um ânimo a mais para o time comandado por Michael Carrick. Do outro lado, a vitória do Arsenal contra o Newcastle deu a chance para o time entrar no G-4 pela primeira vez na temporada. 

Os primeiros minutos do primeiro tempo mostravam  um jogo bem equilibrado, com o United mais no ataque, mas o Arsenal bem defensivamente. Aos 13 minutos, a zaga do United afastou parcialmente após escanteio e Fred acabou se chocando com De Gea, o que não impediu Smith-Rowe de abrir o placar - principalmente depois do VAR confirmar o gol.

Com o gol logo no começo, o Arsenal se fechou muito bem. Apesar do United ter mais a bola, as chances eram criadas para os dois lados. Cristiano Ronaldo aos 18', Alex Telles aos  35', Maguire aos 37'. Apesar do lance de Martinelli aos 38' ter dado um susto em De Gea, foi um dos únicos lances que geraram perigo do lado do Arsenal. 

O United pressionou, pressionou, e saiu. Aos 43', Bruno Fernandes recebeu a bola de Fred e deixou tudo igual em Old Trafford.

Os números do primeiro tempo mostram o quão equilibrado foram os 45 minutos. Do lado dos donos da casa, os Red Devils tinham 57% de posse de bola e conseguiram acertar cinco das suas oito finalizações no gol de Ramsdale. Já do outro lado, apesar de aparecer um pouco menos nos contra-ataques, o Arsenal acertou três dos oito chutes no gol de De Gea.

Cristiano número 800 (e um)

O segundo tempo também começou agitado. De Gea teve que fazer uma grande defesa logo no primeiro minuto de jogo, após jogada de Gabriel Magalhães. Pouco depois, foi a vez de Ramsdale fazer duas defesas boas: com a batida de Cristiano Ronaldo aos 2' e o chute de fora da área de Rashford aos 4'. 

Porém, não precisou de muito tempo para o United tomar a frente do placar. Aos 6', CR7 chegou a marca de 800 gols na carreira após o cruzamento de Rashford. Porém, aos 8', já estava tudo igual novamente após Ödegaard bater no canto do goleiro. 

Aos 19', o Arsenal teve a chance de tomar mais uma vez a frente do placar. Após batida forte de Aubameyang e a defesa de De Gea, Nuno Tavares tentou e mandou para fora. 

Porém, aos 23, Ödegaard fez falta em Fred dentro da área e o juiz marcou pênalti. E o gol número 801 também saiu. Cristiano Ronaldo encheu o pé no meio do gol e marcou o gol da vitória dos Red Devils. 

Os Gunners até tentaram empatar mais uma vez, com Aubameyang, mas De Gea fez duas defesas espetaculares e não deixou nada passar. 

Os números do segundo tempo mostram um Arsenal tentando ser mais dominante, mas esbarrando na assertividade.  Além de 69% de posse de bola, os gunners  acertaram cinco das nove finalizações no gol de De Gea. Do outro lado, o United conseguiu aproveitar melhor suas oportunidades e acertou cinco dos seis chutes no gol de Ramsdale. 

Classificação e próximos jogos

Com a vitória, o United assume a sétima posição com 21 pontos, um ponto atrás do Tottenham. Já o Arsenal não vê sua diferença  para o G-4 aumentar, mas vê os dois rivais colando na tabela.

Os  dois times voltam aos gramados pelo Campeonato Inglês no fim de semana. No domingo (05), às 11h, o United recebe o Crystal Palace no Teatro dos Sonhos. Já na segunda-feira (06),  às 17h, o Arsenal  visita o Everton no Goodison Park

VAVEL Logo