Com show de Salah, Liverpool goleia Manchester United em Old Trafford
Foto: Divulgação / Liverpool

Que jogo, meus amigos! Valendo pela nona rodada da Premier League 2021-22, tivemos uma das maiores rivalidades do futebol mundial: Manchester United  e Liverpool se encontraram para mediram forças no Old Trafford na tarde deste domingo (24). Se de um lado Ole Gunnar Solskjaer precisava de uma vitória para se garantir no cargo, o Liverpool de Klopp também queria a vitória para não deixar City e Chelsea se distanciarem.

O jogo parecia que estava sendo jogado em Anfield. Os visitantes foram dominantes absolutos nos 90 minutos de jogo e fizeram uma goleada de 5 a 0 em pleno Teatro dos Sonhos. Os gols foram feitos por Keita, Diogo Jota e Mohamed Salah, que fez um hat-trick. 

O pesadelo no Teatro dos Sonhos

Após assistir uma vitória milagrosa no meio de semana, o Old Trafford era palco de mais um grande jogo. Se Solskjaer já precisava provar  que o Manchester podia entrar oficialmente na corrida pelo título, nada melhor do que comprovar isso no maior clássico da Inglaterra. Porém, do outro lado, o Liverpool passava menos problemas durante a temporada, tanto no Campeonato Inglês ou na Champions League. Apesar de ver os visitantes com um pouquinho de vantagem, derby é derby.

Apesar de contar com o apoio da torcida, já deu para perceber nos primeiros minutos do primeiro tempo que os visitantes dominariam grande parte do jogo. Logo aos 5 minutos, Keita abriu o placar após jogada de Salah e Firmino. Após o gol logo no começo, os Reds continuaram pressionando com Salah e Firmino, mas De Gea fez boas defesas. 

A primeira chance do United saiu aos 9 minutos, quando Rashford chutou e a bola passou perto da trave de Alisson. Porém, o time da casa não conseguia segurar seus adversários: aos 13', após jogada bem estranha de Luke Shaw e MaguireTrent Alexander-Arnold  cruzou para  Diogo Jota fazer o gol de carrinho e ampliar o placar. 

Após o segundo gol, o Manchester até tentou mais finalizações: McTominay chutou por cima aos 16', Cristiano Ronaldo teve a chance aos 18' e Luke Shaw tentou de fora da área aos 21'. Um dos lances de mais perigo veio aos 28', quando Greenwood deu um belo chute, mas Alisson conseguiu espalmar para o lado.

Do outro lado, o Liverpool aparecia com boas oportunidades, como a de Firmino aos 30' e Salah aos 31', mas não as desperdiçava como os donos da casa. Aos 37', Salah fez o terceiro dos Reds e no final do primeiro tempo, aos 49', ainda deu tempo para o egípcio fazer o quarto.

Os números do primeiro tempo mostram que os 4 a 0 eram bem merecidos. Apesar de não ter tanto o domínio da posse de bola, os visitantes conseguiram acertar seis dos onze chutes em direção ao gol de De Gea. Já do lado, o Manchester parecia bem apático e nervoso durante o jogo,mas apenas três das nove finalizações encontraram a meta de Alisson. 

O estrago estava feito

Com a goleada já construída no primeiro tempo, parte da torcida começou a sair do Old Trafford já no intervalo do jogo O Liverpool, que não tinha nada haver com a situação, aproveitava bem todas as dificuldades e fragilidades dos adversários. Logo aos 4 minutos do segundo tempo, Salah fez seu terceiro gol no jogo após um belíssimo lançamento de  Jordan Henderson.

Aos 6 minutos, Cristiano Ronaldo conseguiu achar um gol, após um lançamento de Harry Maguire. Porém, como o braço do português estava a frente, o gol foi anulado pelo VAR. Dentro do campo, os jogadores do United estavam bem abatidos desde o início de primeiro tempo e Solskjaer não conseguia mudar isso com as substituições. Pogba, que entrou no segundo tempo, deu um carrinho bem perigoso em Keita e foi expulso de jogo aos 15 minutos. 

O segundo tempo teve menos gols do que o primeiro, mas os números mostram que o Liverpool não deixou de finalizar e explorar as dificuldades do adversário. Das oito finalizações, duas foram no gol de De Gea. Do outro lado, um Manchester apático que aceitou a derrota e acertou um dos três chutes no gol de Alisson. 

Vitória categórica do Liverpool, que se garante ainda mais na corrida pelo título nacional. Do outro lado, se já havia pressão externa para tirar Ole Solskjaer do comando dos Red Devils, a pressão cresceu ainda mais. 

Classificação e próximos jogos

Com a vitória, o Liverpool assume a vice-liderança com 21 pontos, um a menos que o líder Chelsea. Já o United permanece  na sétima colocação, com 11 pontos.

Os dois times voltam aos gramados pelo Campeonato Inglês no próximo sábado (30). Às 11h, o Liverpool recebe o Brighton em Anfield enquanto o United tem mais um clássico pela frente: enfrenta o Tottenham em Londres às 13h30 (horário de Brasília). 

Antes do jogo pela Premier League, o time de Jürgen Klopp tem jogo pela Copa da Inglaterra no meio de semana. Na quarta-feira (27), às 15h45, enfrenta o Preston North End fora de casa. 

VAVEL Logo