Arsenal vence West Ham fora de casa e se
mantém na zona de Champions League
Divulgação / Arsenal FC

Neste domingo (01), o Arsenal foi até o London Stadium, casa do West Ham, em Londres, Inglaterra. Distantes apenas 8,5km, as duas equipes disputaram uma partida, praticamente, caseira.

Defesas bem postadas

Buscando a reabilitação na Premier League, depois de perder a quarta colocação para o Tottenham, que venceu o Leicester, o Arsenal começou bem a partida. Marcando em bloco médio, o time visitante conseguia manter os donos da casa longe da sua área.

O mesmo acontecia no lado do West Ham, que se postava no 4-4-2, e conseguia segurar as subidas do Arsenal. Com as duas equipes se posicionando bem, na parte defensiva, a partida se decorreu, na maioria do tempo, na parte central do campo.

Os meio-campistas, de ambas as equipes, duelavam na maior parte do tempo. Assim, no primeiro tempo, a bola se manteve 45% do tempo na parte central do campo. A falta de criação ofensiva foi preponderante para as poucas oportunidades. No primeiro tempo foram, apenas, seis finalizações do West Ham (3 certas), e quatro finalizações do Arsenal (2 certas).

Mesmo com as defesas se sobressaindo, o Arsenal conseguiu abrir o placar em uma cobrança de escanteio. Por outro lado, o West Ham conseguiu o empate em uma jogada construída. Rice, com um ótimo lançamento, conseguiu colocar o lateral Coufal em condições de dar assistência para Bowen.

Bola parada faz a diferença

No segundo tempo, as dificuldades dos ataques de construir oportunidades, continuam. Apesar da boa movimentação de Odegaard, efetuando a diagonal da direita para o centro, e de Saka criando o máximo de amplitude por esse lado. Mesmo assim, os duelos se concentrava no meio, não dando oportunidade para os atacantes de lado.

Em algumas oportunidades, Nketiah recebeu em profundidade, com chances de ampliar o placar, mas não teve sucesso. Mas, como no primeiro tempo, a bola parada foi mais eficiente. Odegaard efetuou a cobrança, pelo lado direito. A defesa consegue afastar no primeiro momento, mas Gabriel Martinelli consegue ficar com a sobra, e cruza para Gabriel Magalhães cabecear.

Detalhe importante. Martinelli tinha oportunidade de finalizar direto ao gol, mas buscou o cruzamento, vendo o outro brasileiro livre, com mais condições.

Agora, o West Ham volta as suas atenções para a Uefa Europa League. Com boas chances de chegar a final, o clube das bolhas enfrenta o Eintracht Frankfurt, na Alemanha. Enquanto isso, o Arsenal continua a sua busca para se manter entre os quatro primeiros da Premier League, enfrentando o Leeds United, na próxima rodada.

VAVEL Logo