Crystal Palace bate Arsenal e conquista primeira vitória na Premier League em 2022
Foto: Premier League

O duelo entre Sul e Norte de Londres mudou a sequência de Crystal Palace e Arsenal. O primeiro não sabia o que era vencer em seus domínios pela Premier League, e o outro não perdia como visitante em 2022. A sorte ou a eficiência estava do lado das Águias. Pelo placar de 3 a 0, venceram os Gunners, no Selhurst Park, pela 31ª rodada da competição. Com duas assistências de Andersen, Mateta e Ayew marcaram na etapa inicial, e Zaha fechou a conta, de pênalti, depois do intervalo.

Lançamentos para a chave do sucesso

Em busca da sua primeira vitória como mandante do ano, o Palace dificultava a saída de bola dos adversários. Gallagher era o responsável por distribuir o jogo. Os Gunners pouco ameaçavam a meta das Águas. Uma das poucas construções, veio na tabela de Lacazette com Smith Rowe, que acabou passando pela redonda. 

Aos 15, Gallagher cobrou falta da intermediária. Andersen, meio sem jeito, desviou na segunda trave e Mateta completou para o gol. A equipe de Mikel Arteta tinha o domínio, mas não chegava ao ataque. Os comandados de Patrick Vieira se livraram com certa tranquilidade. Andersen, dessa vez com consciência, encontrou espaço e lançou do campo de defesa. Gabriel Magalhães falhou ao fazer a interceptação, Ayew dominou e bateu cruzado na saída de Ramsdale.

Quase que o lançamento deu certo novamente. Schlupp alçou Zaha no ataque. Ele encarou a marcação de Cedric Soares, e acionou Mateta pelo meio. O camisa 14 soltou uma bomba, mas o goleiro salvou.

Foto: Divulgação/Crystal Palace
Foto: Divulgação/Crystal Palace

Conta fechada

Tentando melhorar a aparição no ataque, Arteta tirou o apagado Nuno Tavares para colocar Gabriel Martinelli. A intenção foi boa. O time preenchia o campo ofensivo, mas tinha dificuldade para furar a boa marcação do Palace. Aos 62, Martinelli fez boa jogada pela direita, tocou para Lacazette, que rolou para Smith Rowe dentro da área. O meia limpou, mas chutou fraquinho, facilitando a vida de Guaita. Em boa jogada trabalhada, o Arsenal conseguiu envolver a defesa dos mandantes com Nketiah e Rowe pelo lado esquerdo. A bola sobrou com Odegaard, que finaliza tirando tinta da trave.

Enquanto o visitante empurrava as Águias, Vieira sacou um atacante para povoar mais o meio-campo com um volante: McArthur no lugar de Mateta. Apesar de ficar na defensiva, conseguia partir em contra-ataque. Assim veio a ampliação. Zaha ficou no 1x1 dentro da área e sofreu uma rasteira de Odegaard. O próprio marfinense cobrou  de maneira forte, deslocou Ramsdale e acertou no canto esquerdo.

Os Gunners tentaram reagir com Saka, que foi enfiado na área. Ele girou e chutou cruzado. Guaita espalmou, Smith Rowe emendou no rebote, mas Guehi apareceu para bloquear em cima da linha. A arbitragem paralisou a jogada por conta de impedimento. Nos minutos finais, Nketiah bateu colocado na entrada da área. A bola explodiu na trave e o Palace administrou a vantagem.

Como fica

Com o resultado, o Crystal Palace sobe para nona colocação, com 37 pontos. Já o Arsenal segue na quinta posição, somando 54. No próximo sábado (9), os Gunners recebem o Brighton, às 11h (de Brasília), enquanto as Águas irão medir forças contra o Leicester, no dia seguinte, às 10h (de Brasília).

VAVEL Logo