Em jogo de vida ou morte pela classificação, Alemanha enfrenta a Espanha
Müller é uma das esperanças alemãs para voltar a vencer na competição. (Foto: Divulgação/DFB)

É tudo ou nada para a Alemanha. Neste domingo, a tetracampeã do mundo enfrenta a Espanha, vencedora em 2010, às 16h, no Al Bayt Stadium, na cidade Al Khor, pela segunda rodada da Copa do Mundo. Este será o primeiro confronto da Copa de 2022 entre duas seleções que já venceram a competição.

Depois da derrota sofrida para o Japão por 2 a 1 na estreia, os alemães necessitam da vitória para seguir com chances de classificação. Já os espanhóis, que começaram sua caminhada na copa goleando a Costa Rica por 7 a 0, podem terminar a rodada com a classificação antecipada para as oitavas de final.

Em Copas, esta será a quinta vez que as seleções se enfrentarão. O retrospecto até aqui é de duas vitórias para a Alemanha, um empate e uma vitória para a Espanha. Na última vez que se encontraram pela competição, a La Roja levou a melhor e venceu por 1 a 0, pela semifinal da Copa do Mundo de 2010, com gol marcado pelo zagueiro Puyol.

Em duelos gerais, o último encontro também não traz boas recordações para os alemães. Pela Nations League, os espanhóis venceram com uma goleada de 6 a 0, com três gols marcados por Ferran Torres

  • Alemanha aguarda retorno antes da “final”

A seleção germânica quer evitar repetir o vexame de 2018, quando caiu pela primeira vez na história das copas na fase de grupos. Para isso, o técnico Hansi Flick pode contar com um reforço de peso. O atacante Leroy Sané, que ficou de fora do primeiro jogo por conta de dores no joelho, voltou a treinar com o grupo. Sua escalação, no entanto, ainda é uma incógnita.

O treinador alemão contou à imprensa que o jogador poderia participar do último treino e que sua escalação seria definida após avaliação das atividades. Flick ainda comentou que não se sente preocupado quanto ao time que mandará a campo e que tudo será definido após os treinamentos.

O comandante garantiu que a equipe entrará em campo em busca da vitória e que os jogadores estão cientes da importância do duelo.

“Amanhã, veremos uma equipe que sabe o que está em jogo - uma equipe que fará tudo o que puder para garantir que ainda tenhamos chances de chegar às oitavas de final. Nosso foco está totalmente no jogo de amanhã. É como uma primeira final para nós na Copa do Mundo”

Na escalação, algumas mudanças podem acontecer na defesa e no meio de campo. Kehrer pode começar jogando na defesa no lugar de Schlotterbeck, e no meio, Gundogan pode sair para a entrada de Goretzka.

Os alemães podem se despedir da competição antes da última rodada da fase de grupos se perderem para a Espanha e o Japão ganhar ou empatar com a Costa Rica.

Provável escalação: Neuer; Kehrer, Süle, Rüdiger, Raum; Goretzka, Kimmich; Havertz, Musiala, Gnabry e Müller.

  • Luis Enrique pode alterar a defesa

Apesar da grande vitória na estreia, os jogadores espanhóis pregaram cautela para a sequência da competição. Dani Olmo falou sobre ter calma após o resultado positivo, e Asensio falou em continuar o trabalho após o resultado inicial dar confiança para a equipe.

Os atletas também falaram a respeito da Alemanha. Olmo elogiou a mentalidade ambiciosa dos adversários e que  “eles não ficarão satisfeitos e vão encarar o jogo como uma final. Temos que estar focados”.

Para o confronto de logo mais, de acordo com a imprensa espanhola, a escalação da La Roja deve ter mudanças na linha de zaga. No lado direito, Eric Garcia e Carvajal podem entrar nas vagas de Rodri e Azpilicueta. Do meio para frente, o time será o mesmo que entrou em campo na última quarta-feira (23).

Em entrevista coletiva, Luis Enrique falou sobre a possibilidade de alterações na equipe titular.

"Não tenho onze para cada jogo. Dependendo do treino decidimos a escalação. Existem variáveis ​​e por norma não costumo repetir as equipes. A equipe titular não é importante, mas os 16 que participam e até os 26. Você tem que fazer as coisas que nos aproximam do resultado desejado”.

O treinador também elogiou a Alemanha. Segundo ele, o adversário “é o time que mais se parece com a Espanha e por isso é um desafio. Veremos quem ganha".

Provável escalação: Unai Simón; Carvajal, Eric Garcia, Laporte, Jordi Alba; Busquets, Pedri, Gavi; Ferran, Olmo e Asensio.

  • Arbitragem

Árbitro: Danny Makkelie (Holanda);

Assistente 1: Hessel Steegstra (Holanda);

Assistente 2: Jan de Vries (Holanda);

VAR: Paulus van Boekel (Holanda);

Quarto árbitro: Istvan Kovacs (Romênia).

VAVEL Logo