Palmeiras perde para o CRB nós pênaltis e está eliminado da Copa do Brasil
Foto: Cesar Grecco/Palmeiras

Nesta quarta-feira (9), o Palmeiras recebeu o CRB, no Allianz Parque, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. A equipe alviverde foi derrotada no tempo normal por 1 a 0, com gol marcado por Ewandro, mas como tinha vencido em Maceió pelo mesmo placar, o resultado levava a decisão para os pênaltis e lá novamente deu bom para os alagoanos, que venceram pelo placar de 4 a 3 e eliminaram os paulistas.

Gol logo aos cinco minutos

A primeira boa chance do jogo veio do Palmeiras aos quatro minutos de bola rolando. Rony cruzou para Wesley não conseguiu bater com força. Só que no lance seguinte, o CRB foi mais efetivo e abriu o placar. Em uma falha de Victor Luís, que tentou cortar um passe, Diego Torres ficou com a bola e lançou para Ewandro sair cara a cara com Weverton e com calma testou firme e colocou os alagoanos na frente.

Palmeiras tem domínio, mas não tem pontaria

O Palmeiras, apesar da desvantagem no placar, teve mais domínio e duas excelentes chances e em uma delas, o goleiro Diogo Silva, que logo se destacaria na partida,  tirou a conclusão de Rony em cima da linha. E na sequência, Raphael Veiga, que pegou forte de fora da área e o arqueiro novamente fez uma ótima defesa para evitar o tento dos palmeirenses.

A prova de que o dominio era totalmente do Palmeiras são os números do primeiro tempo: o Verdão finalizou 18 vezes ao gol, contra cinco da equipe alagoana. E na posse de bola a supremacia se repetiu, o Alviverde teve 72% contra 18% do CRB.

Desorganização

O segundo tempo começou com o Palmeiras em cima do CRB querendo o empate. A equipe de Abel Ferreira teve chances e não foram poucas, mas acabou se desesperando e não acertava o último passe e a desorganização em campo foi evidente.

O treinador então resolveu sacar Felipe Melo para a entrada de Zé Rafael, e tentou inúmeras formas de fazer o Palmeiras ser mais ofensivo, mas sem chances, apesar das chances, chutes ao gol foram poucas e com isso, a decisão foi nas penalidades máximas.

Muitos erros nos pênaltis

Assim como no tempo normal, as equipes seguiram tendo muitos erros. Guilherme Romão, do CRB, colocou uma bola no travessão logo na segunda cobrança. Marcos Rocha também errou pelo lado palmeirense. Na sequência foram uma sequência de erros de Reginaldo e Breno Lopes.

Na última cobrança da primeira série, Dudu isolou, e bateu muito em cima do filme. Coube a Luiz Adriano decidir para o Palmeiras, mas também desperdiçou a sua chance.

Nas cobranças alternadas, Jatobá bateu e converteu. Victor Luís, que falhou no gol do CRB, também fez o seu. E coube ao goleiro Diogo Silva decidir ou não. E foi decisivo, cobrando com muita categoria, deslocando o goleiro Weverton. Já Lucas Lima desperdiçou a chance do Palmeiras e acabou eliminando o atual campeão da competição.

Quarta eliminação  nos pênaltis em 2021

Essa é a quarta vez que consecutiva que o Palmeiras sofre nos pênaltis.

A primeira delas foi no Mundial de Clubes. A equipe perdeu para o Tigres, e na disputa do terceiro lugar foi derrotado pelo Al Ahly, do Egito, nas penalidades. Na ocasião, Rony, Luiz Adriano e Felipe Melo desperdiçaram as chances.

Em seguida foi derrotado para o Flamengo na Supercopa do Brasil. Após empatar em 2 a 2 no tempo normal, Luan, Danilo, Gabriel Menino e Mayke erraram suas cobranças e o título ficou com o Rubro-Negro.

Por fim, o Alviverde perdeu a Recopa Sul-Americana para o Defensa Y Justicia, da Argentina. O Palmeiras venceu por 2 a 1, no jogo de ida, mas jogando em casa, foi derrotado pelo mesmo placar. Na cobrança dos pênaltis, Luiz Adriano e Weverton erraram suas cobranças.

E agora?

Agora o CRB aguarda o sorteio para conhecer o seu adversário nas oitavas de final da Copa do Brasil, ainda sem data definida.

Agora a equipe alagoana vira a chave e enfrenta o Confiança, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro Série B, no Estádio Rei Pelé, no sábado (12), às 16h30.

No mesmo dia, às 19h, o Palmeiras recebe o Corinthians, no Allianz Parque.

VAVEL Logo