Ruge, Laion! Fortaleza conquista histórica vitória sobre Alianza Lima e sonha com vaga nas oitavas de final
Divulgação/Conmebol

Nos primeiros minutos da quinta-feira (19), o raiar da história. Enfim, veio a primeira vitória do Fortaleza obtida fora do território nacional. E o momento não poderia ser outro. Na primeira das duas aventuras longe de sua casa, o rugido do leão estremeceu as estruturas do Alianza Lima e os brasileiros venceram por 2 a 0. Yago Pikachu mais uma vez fez a diferença ao dar a assistência para o gol de Moisés e selar a vitória com a sua marca. O confronto foi disputado no Estádio Nacional do Peru, em Lima/PER, pela quinta e penúltima rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América 2022.

Forças e fraquezas

Apesar de jogar longe de casa, em um estádio imponente e com boa presença de público, o Fortaleza começou a partida com bom volume ofensivo, posse de bola no campo de ataque e boas jogadas trabalhadas. Na primeira tentativa, Lucas Lima cobrou escanteio da direita, Marcelo Benevenuto subiu bem e o goleiro Ángelo Campos não sofreu um frango por pouco. A boa movimentação dos meias, dos laterais e dos atacantes proporcionaram dinamismo fundamental para o bom desempenho dos visitantes, mas foi na individualidade que o domínio momentâneo foi comprovado no placar.

Aos 15 minutos, Yago Pikachu avançou pelo meio, passou pela marcação e acionou Moisés. O atacante dominou e finalizou de bico no canto esquerdo de Campos para abrir o placar e marcar o primeiro gol do Fortaleza fora do Brasil em competições oficiais. A vantagem poderia ser ampliada em seguida, quando o próprio atacante avançou com liberdade pela esquerda e cruzou para Lucas Lima finalizar colocado da entrada da área, mas o goleiro peruano defendeu.

Divulgação/Conmebol
Divulgação/Conmebol

Na metade final do primeiro tempo, o panorama foi invertido. O Fortaleza diminuiu a intensidade, cedeu espaços e o Alianza Lima dominou. Foram duas as chances mais claras. Na primeira, Vílchez cruzou da direita e Yago Pikachu fez corte preciso para impedir o cabeceio de Barcos. No rebote, Edgar Benítez abriu espaço e cruzou. A bola caminhou perto da linha do gol e não entrou. Aos 44, Barcos novamente conseguiu brechas diante da marcação, mas teve o chute bloqueado. Benítez ficou com a sobra e finalizou de primeira por cima do gol. A imprecisão nas finalizações evitou o desastre.

No tudo ou nada, o tudo

O cenário na segunda etapa parecia ser de um bombardeio do Alianza Lima, com o Fortaleza no sufoco, a duras penas para manter a vantagem aberta no primeiro tempo. Tanto que Benítez cruzou da direita, Aguirre escorou na segunda trave e Barcos emendou no meio da área com liberdade: novamente por cima da meta defendida por Marcelo Boeck. Aos poucos, o Leão do Pici voltou a aparecer no campo ofensivo com perigo, o que não ocorria desde os 20 minutos iniciais, e passou a mostrar a força que servia como justificativa para o resultado naquele instante.

Yago Pikachu teve a chance aos oito minutos, quando foi acionado por Moisés e arriscou chute forte, mas a bola raspou o travessão e saiu. Na sequência, Tinga avançou pelo meio após desarme e abriu com Renato Kayzer no lado direito da área, mas Ángelo Campos fechou o ângulo e defendeu sem dar rebote. Minutos depois, Hércules recebeu passe na esquerda e cruzou, mas Robson não conseguiu completar. O atacante teve chance ainda mais clara quando novamente foi acionado por Hércules, mas não conseguiu chegar a tempo de empurrar ao gol. Tudo em 15 minutos.

Divulgação/Conmebol
Divulgação/Conmebol

Na tentativa de empatar o jogo, o técnico Carlos Bustos deixou o Alianza Lima com seis atacantes. A impressão inicial era de que os mandantes iriam encurralar o oponente na área, ainda mais quando Lavandeira finalizou bem da entrada da área e Marcelo Boeck espalmou no canto esquerdo. Mas veio a resposta leonina. Com muitos atletas na frente, os peruanos cederam muitos espaços na defesa. Aí veio o trunfo. Aos 34 minutos, Juninho Capixaba evitou saída da bola pela linha de fundo e tocou para Lucas Lima. O meia tabelou com Hércules, recebeu no lado esquerdo da área e cruzou para Yago Pikachu completar livre na cara do gol e sacramentar a vitória Tricolor. Era a tranquilidade necessária para os três pontos serem garantidos e a esperança permanecer fortíssima.

Sequência decisiva

Com o resultado, o Fortaleza no mínimo tem a certeza de que irá disputar a Copa Sul-Americana caso não avance as oitavas de final, mas as chances são grandes de seguir na Libertadores. O time ocupa a terceira posição com sete pontos, a mesma pontuação do Colo-Colo. O time chileno vai entrar em campo na noite desta quinta-feira (19) para enfrentar o River Plate na Argentina. Se os Millonarios vencerem por dois ou mais gols de vantagem, o Leão do Pici assume a segunda posição devido ao maior saldo de gols e pode jogar pelo empate na última rodada, a ser disputada na próxima semana.

Na derradeira jornada da fase de grupos, o Alianza Lima irá cumprir tabela diante do River Plate no Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires/ARG, enquanto o Fortaleza terá duelo crucial contra o Colo-Colo no Estádio Monumental David Arellano, em Santiago/CHI. As duas partidas serão disputadas às 19 horas da próxima quarta-feira (25).

Antes, porém, os times irão entrar em campo no próximo domingo (22) pelos respectivos campeonatos nacionais. Os Aliancistas vão enfrentar o Deportivo Municipal às 13 horas, no Estádio Iván Elías Moreno, em Lima/PER, pela 14ª rodada do Torneio Apertura no Campeonato Peruano. Por sua vez, o Leão do Pici terá o Fluminense como adversário pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A às 16 horas, na Arena Castelão, em Fortaleza/CE.

VAVEL Logo