Avalanche goleadora na Luz: Benfica esmaga Braga por 5-1

O jogo grande da jornada 28 da Liga NOS foi de emoções fortes: as águias demoliram o Braga por 5 bolas a uma e consolidaram a liderança isolada do campeonato.

Avalanche goleadora na Luz: Benfica esmaga Braga por 5-1
Jonas e Pizzi foram dois dos autores dos tentos da noite // Foto: Facebook do SL Benfica
Benfica
5 1
Braga
Benfica: EDERSON; ANDRÉ ALMEIDA, LINDELOF, JARDEL (NÉLSON SEMEDO, 79') E ELISEU; PIZZI, FEJSA (SAMARIS, 66'), RENATO SANCHES E GAITÁN (CARCELA, 77'); JONAS E MITROGLOU.
Braga: MATHEUS; BAIANO, ANDRÉ PINTO, RICARDO FERREIRA E GOIANO; PEDRO SANTOS, LUÍZ CARLOS, MAURO E RAFA SILVA (AARON NÍGUEZ, 78'); WILSON EDUARDO E HASSAN (STOJILJKOVIC, 69').
Placar: 1-0, MITROGLOU, 17'; 2-0, JONAS, 37' (G.P.); 3-0, PIZZI, 40'; 4-0, MITROGLOU, 71'; 5-0, SAMARIS, 75'; 5-1, PEDRO SANTOS, 93'.
ÁRBITRO: NUNO ALMEIDA. AMARELADOS: PEDRO SANTOS, 52'; PIZZI, 62'; STOJILJKOVIC, 75'; LUÍZ CARLOS, 83'; GOIANO, 89'.
INCIDENCIAS: 28ª JORNADA DA LIGA NOS 2015/2016, ESTÁDIO DA LUZ. 61.042 ESPETADORES.

Perante um Estádio da Luz repleto de apoiantes, o SL Benfica cilindrou o SC Braga por 5-1, num jogo cheio de peripécias, em que Mitroglou (2), Jonas, Pizzi e Samaris fizeram o gosto ao pé. Do lado bracarense, Pedro Santos ainda reduziu, mas numa noite de desperdício minhoto valeu a eficácia benfiquista, que os coloca provisoriamente com 5 pontos de vantagem sobre o Sporting.

Primeira Parte: quem não marca... sofre

O ambiente caloroso na capital lusa juntou mais de 60 000 adeptos no Estádio da Luz para o duelo grande da jornada 28. Benfica - Braga num embate de gigantes, que as águias venceram por 5-1. Com Fejsa no lugar de Samaris e Matheus no lugar de Marafona, os guerreiros do minho entraram a todo o gás com uma postura ambiciosa nas 4 linhas. Nos minutos iniciais, Wilson Eduardo ganhou espaço na área e bombardeou o poste de Ederson, dando início a um festival de oportunidades falhadas. Pouco depois, Rafa recebeu um belíssimo passe de Mauro e, na cara do golo, o mágico do minho vacilou escandalosamente, levando a bola a passar perto do poste.

O Braga desde cedo procurou o golo // Foto: Facebook do SL Benfica
O Braga desde cedo procurou o golo // Foto: Facebook do SL Benfica

O Benfica acordou e subiu no terreno, com Pizzi a ser o símbolo da subida de rendimento encarnado na partida. O extremo foi um quebra cabeças para a defesa do Braga, e não tardaria muito até que o golo das águias chegasse. Ao minuto 17, Mitroglou foi astuto e aproveitou uma perda de bola de Luíz Carlos para bater Matheus com um toque recheado de subtileza e técnica. 20 minutos depois, Jonas beneficiou de uma grande penalidade para tranqulizar os benfiquistas. O brasileiro leva já 30 tiros na Liga e está isolado na lista de goleadores para a bota de ouro. De cabeça perdida, a defesa minhota não evitou o festejo de Pizzi, que à passagem do minuto 40 deu colorido a uma exibição de luxo que deslumbrou os milhares de associados da Luz.

Segunda parte: gerir a vantagem marcando mais 2

As equipas voltaram do balneário com a certeza de que só um milagre mudaria o vencedor do jogo, mas não deixa de ser inglório para os arrsenalistas ir para o descanso a perder por 3-0. A ineficácia bracarense manteve-se, e os falhanços de Hassan e Mauro foram bem exemplo da noite oficial dos desperdícios. No dia 1 de Abril até parecia mentira poder falhar tantos golos, mas a verdade é que foi o Benfica a puxar dos galões de lider para ampliar a vantagem. Ao minuto 71, Mitroglou mostrou uma vez mais que é o Deus grego da Luz e nem com um milagre os centrais do Braga conseguiram bloquear o matador das águias, que bateu Matheus pela quarta vez na partida e pela segunda na conta pessoal.

Mitroglou bisou, enquanto Jonas marcou de grande penalidade // Foto: Facebook do SL Benfica
Mitroglou bisou, enquanto Jonas marcou de grande penalidade // Foto: Facebook do SL Benfica

A pensar na batalha de Munique, Rui Vitória poupou Jardel e lançou Nélson Semedo, mas foi o recém entrado Samaris que coloriu a baliza de Matheus de Vermelho pela quinta vez. O grego converteu em golo um livre perto da área e estava realizado o filme de terror para o Braga: ''os 5 pesadelos do minho no dia das mentiras''. Foi o primeiro golo de livre directo que as águias marcaram na presente temporada. O que também parecia mentira, mas aconteceu na realidade, foi a grande penalidade marcada contra o Benfica. Ao minuto 92, Pedro Santos converteu o castigo máximo, fixando o score em 5-1. As águias tiveram em Pizzi a principal figura e, no lado oposto, Rafa foi o rosto do desperdício minhoto.

O Benfica fica provisoriamente com 5 pontos de vantagem sobre o Sporting, registando a marca dos 70 pontos. Jonas leva já 30 tentos na Liga e, com os festejos desta noite, Mitroglou soma 17 na prova. O Braga mantém a quarta posição com 50 pontos e as atenções de ambas as equipas viram-se agora para os compromissos na Liga dos Campeões e na Liga Europa.

Jonas soma já 30 golos no campeonato // Foto: Facebook do SL Benfica
Jonas soma já 30 golos no campeonato // Foto: Facebook do SL Benfica