O grandioso circuito de Silverstone
Circuito de Silverstone (Foto: formula1.com)

O grandioso circuito de Silverstone

A Fórmula 1 está de regresso este fim-de-semana com o Grande Prémio da Grã-Bretanha. No circuito de Silverstone, espera-se luta acesa pelos lugares cimeiros da grelha de partida na qualificação e, como já é de esperar, uma corrida frenética pelo lugar mais alto do pódio.

venancioslb
Pedro Venâncio

O GP da Grã-Bretanha é disputado no Circuito de Silverstone, perto da cidade de Silverstone, em Northamptonshire. O circuito britânico é um dos mais antigos da Fórmula 1 e está presente no calendário da prova rainha do automobilismo ininterruptamente, desde 1950.

Características do circuito

O circuito de Silverstone já conheceu quatro traçados diferentes, sendo que a última configuração data de 2010. Com as constantes modificações o circuito ficou mais lento devido ao aumento de curvas no seu traçado, ainda assim, estas curvas vieram aumentar a segurança dos pilotos em corrida, assim como o espectáculo e emoção dos espectadores.

Configuração actual do circuito de Silverstone (Imagem: Formula1.com)

Actualmente, Silverstone apresenta um total de 18 curvas com destaque para as desafiantes Copse, Stowe e Club. Com 5.891 km, Silverstone é uma pista de larga extensão onde são necessárias apenas 52 voltas para completar os 306.198 km do circuito. Apesar do número de curvas os pilotos têm duas zonas de activação do DRS, a primeira entre a curva 5 e a curva 6 e a segunda entre a curva 14 e a curva 15. Estas duas grandes rectas (Wellington e Hangar) permitem aos pilotos dar o máximo partido dos seus monolugares e ganhar posições aos mais directos adversários.

Aintree e Brands Hatch

A par de Silverstone, outros dois circuitos foram palco do GP da Grã-Bretanha. Aintree foi o segundo circuito britânico a albergar corridas de F1 entre 1955 e 1962 e Brands Hatch o terceiro traçado diferente a fazer parte do calendário entre os anos de 1963 e 1986, alternando consecutivamente com Silverstone.

Brands Hatch deixou saudades aos amantes da modalidade pelo seu traçado único de subidas e descidas rápidas. Gerhard Berger, antigo piloto da Ferrari, disse um dia que Brands Hatch é «o melhor circuito do mundo», lembrando a Paddock Hill Bend como uma das melhores curvas entre todos os circuitos.

Em Inglaterra mandam os ingleses!

Lewis Hamilton, vencedor do GP da Grã-Bretanha em 2008 (Foto: Paul Gilham)

O inglês Jim Clark e o francês Alain Prost são os pilotos mais vitoriosos do GP da Grã-Bretanha com 5 vitórias. Nota para o inglês, que é o único piloto da história a ter vencido o GP da Grã-Bretanha em três traçados distintos: Aintree (1962), Brands Hatch (1964) e Silverstone (1963, 1965, 1967). Nigel Mansell, com 4 triunfos, é segundo piloto mais vitorioso.

No total, já 12 pilotos ingleses venceram em casa: Stirling Moss (2), Tony Brooks (1), Peter Collins (1), Jim Clark (5), Jackie Stewart (2), James Hunt (1), John Watson (1), Nigel Mansell (4), Damon Hill (1), Johnny Herbert (1), David Coulthard (2) e Lewis Hamilton (1).

VAVEL Logo
CHAT