Rosberg na pole e Hamilton no centro médico
Os 3 primeiros da grelha de amanhã (in: facebook.com/nicorosberg)

Rosberg na pole e Hamilton no centro médico

A primeira sessão da qualificação foi interrompida devido a uma acidente causado pela falha de travões no Mercedes de Hamilton. Rosberg baixou os braços e conseguiu a pole position.

pedro-mendes
Pedro Mendes

A tarde começava com algumas dúvidas para serem respondidas pelos pilotos na pista. Teríamos os Mercedes na primeira fila da grelha? A Williams conseguiria intrometer-se na luta entre Rosberg e Hamilton? A Red Bull estava melhor que a Williams?

Q1 marcada pelo acidente de Hamilton

Bianchi saiu primeiro para a pista, Rosberg e Hamilton seriam dos últimos pilotos a sair, mas o britânico foi o primeiro a baixar o tempo para o segundo 18, numa altura em que Massa estava a ser mais rápido. Pouco depois, Hamilton teve uma saída de pista e bateu muito forte nas proteções do circuito. Bandeiras vermelha na sessão e Hamilton encaminhado para o centro médico de Hockenheim. Na volta do acidente, o inglês tinha conseguido o melhor tempo no primeiro sector. O acidente deveu-se a uma falha de travões no Mercedes, algo que começa a ser usual no monolugar alemão.

Imagem do acidente de Hamilton (in: Twitter)

Depois de alguns minutos com a sessão interrompida para a retirada do monolugar de Hamilton, os pilotos retomam à pista, com Rosberg na zona perigosa, aquela que o afastava da Q2. O alemão é muito forte mentalmente e conseguiu arrancar o melhor tempo da Q1, com pneus supermacios, fazendo a volta em 1:17.631,Ericsson, com problemas no carro, não fazia nenhuma contada na sessão.

Bottas, com pneus macios, conseguia colocar-se à frente de pilotos como Perez, que usavam os supermacios, fazendo P2.

No final dos 18 minutos de qualificação, Rosberg liderava, com Bottas e Massa a menos de 1 segundo do alemão da Mercedes. De fora ficavam: Kamui Kobayashi e Marcus Eriscsson, Jules Bianchi e Max Chilton, Adrian Sutil e Pastor Maldonado.

Q2 com Raikkönen e Button a ficarem pelo caminho

Parecia que ninguém queria sair da sombra das boxes para a solarenga pista, mas Hulkenberg foi o piloto que abriu as hostilidades fazendo o primeiro tempo em 1:18.270. Rosberg decidiu sair para a Q2 com pneus novos supermacios.

Massa conseguia, no inicio, melhorar o tempo de Hulk, mas era surpreendido por um Finlandês Voador: Valtteri Bottas. O companheiro de equipa de Massa conseguia melhorar o tempo do brasileiro numa excelente volta.

Rosberg respondia na mesma moeda, baixando o tempo na sessão para 1:17.109, com os dois Williams a seguir e Alonso e Hulkenberg a fecharem o top 5. Enquanto isso, Button queixava-se de perder tempo com o muito tráfego, Kvyat subia ao 8º posto e Vettel conseguia melhorar o seu tempo, passando para 3º na sessão. Ricciardo era 6º.

A cerca de 2 minutos do término da sessão, Perez ainda não tinha registado nenhum tempo, mas uma volta foi suficiente para o mexicano subir para 10º, com o tempo de 1:18.161, relegando Jenson Button para o 11º lugar, ou seja para fora da Q3. Raikkönen juntava-se ao inglês, não conseguindo melhor que o 12º melhor tempo, com algumas travagens fortes, fazendo com que perdesse algum tempo.

Não seguiam para a Q3, Jenson Button,  Kimi Raikkonen, Romain Grosjean, Jean-Eric Vergne, Esteban Gutierrez e claro Lewis Hamilton (o tempo que tinha antes do acidente, deu para seguir para a Q2).

Rosberg garante mais uma pole 

Magnussen e Kvyat tinham conseguido bater os seus colegas de equipa na Q2 e tinham a oportunidade de se mostrarem mais uma vez na terceira sessão da qualificação. Perez era o primeiro a marcar tempo:  1:19.395

Hulkenberg fazia melhor tempo que o seu colega, baixando o tempo para 1:19.389, mas Rosberg, com mais um novo jogo de pneus supermacios, batia o tempo do compatriota, com uma estupenda volta em 1:16.540. O primeiro lugar da grelha estava encontrado mas a Williams queria chegar o mais próximo possível.

Bottas, logo a seguir a Rosberg ter elevado a fasquia, faz a volta com pouco mais de meio segundo do Mercedes e Massa prova que não foi sem querer, ao fazer o terceiro melhor tempo, batendo os dois Force India.

Vettel ainda conseguiu manter-se alguns segundo em 4º lugar, mas Magnussen bateu o seu tempo, garantindo mais um motor Mercedes nas duas primeiras filas da grelha.

Bottas e Massa ainda conseguiram melhorar os seus tempos mas não o suficiente para bater o tempo de Rosberg.

O dez primeiros lugares da grelha ficam assim organizados: Nico Rosberg e Valtteri Bottas, Felipe Massa e Kevin Magnussen, Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel, Fernando Alonso e Daniil Kvyat, Nico Hulkenberg e Sergio Perez.

VAVEL Logo
CHAT