Dia de má memória para as equipas Portuguesas na Liga Europa
Má jornada para as formações lusa em prova

Dia de má memória para as equipas Portuguesas na Liga Europa

Nacional e Rio Ave voltaram a Portugal após terem sido derrotados no Playoff de acesso à Liga Europa.

joaopita
João Pita

Vilacondenses e Alvinegros sofreram derrotas na primeira mão do «playoff» mas ambas as equipas têm a eliminatória em aberto para a segunda mão a realizar em solo nacional. A equipa de Pedro Martins, depois de eliminar os Suecos do IFK Goteborg, teve novo encontro frente a uma equipa da Suécia mas desta vez não conseguiu ganhar fora, tendo sido derrotada por 2-1 no terreno do Elfsborg.

Os comandados de Manuel Machado entraram com o pé esquerdo na Liga Europa e foram derrotados por 2-0 na Bielorussia frente ao Dinamo de Minsk.

Tudo em aberto para a segunda mão

Pese embora a derrota na Suécia, os homens de Pedro Martins conseguiram marcar um importante golo no terreno do adversário, que poderá fazer a diferença num eventual empate após a segunda mão que será jogada em Vila do Conde.

O defesa Marcelo reduziu a desvantagem de 2-0 aos 65 minutos e fixou o resultado no 2-1 final, deixando tudo em aberto para a equipa Portuguesa a quem basta uma vitória por 1-0 para seguir em frente na Liga Europa. Depois de uma primeira parte timida, o Rio Ave conseguiu encontrar-se na partida e até final do encontro a equipa Portuguesa enviou uma bola ao poste, estando perto de empatar a eliminatória.

Vida complicada para os homens de Manuel Machado

Os insulares complicaram a tarefa de entrar na fase de grupos da Liga Europa. Frente aos Bielorussos do Dinamo de Minsk o Nacional da Madeira rubricou uma exibição pobre e acabou derrotado por 2-0 numa partida em que a equipa de Manuel Machado pareceu algo nervosa e com medo de ter bola e acabou por cometer uma grande penalidade no final da primeira parte de onde resultou o primeiro golo. 

Já a perder por duas bolas a zero Lucas João teve nos pés a melhor oportunidade para relançar a eliminatória mas o guardião do Dinamo de Minsk negou o golo ao possante avançado Português.

VAVEL Logo
CHAT