Jesus domina a toda a linha; Marco atinge certeiro
(Foto: Luís Manuel Neves)

Jesus domina a toda a linha; Marco atinge certeiro

Jorge Jesus domina por completo nos confrontos directos perante o Sporting e Marco Silva - no entanto, o técnico sportinguista já provocou dissabores ao homólogo encarnado.

rafaelreis
Rafael Reis

Existe um motivo pelo qual os clássicos, em especial um electrizante «derby» entre Benfica e Sporting, motivam tamanho interesse junto do público: porque para além de se constituir um tira-teimas entre dois rivais e jogadores de alto nível de parte a parte, envolve sempre uma disputa directa entre técnicos.

Neste caso concreto, envolve um reencontro entre dois técnicos de diferentes gerações que ainda assim se conhecem bem mas neste caso com a particularidade de pela primeira vez em jogos oficiais ambos se encontrarem em igualdade de circunstâncias, ou seja, aos comandos de um clube de grande dimensão nacional visto que Marco Silva chegou esta temporada ao Sporting e por isso possui argumentos para levar de vencida Jorge Jesus.

Será então um confronto entre a novidade que constitui Marco Silva e a maior veterania de Jesus, que possui mesmo experiência nas maiores competições como a Liga dos Campeões ou duas finais da Liga Europa. No entanto, não pode esquecer-se o que vem de trás, pelo que será sempre útil avaliar-se os resultados existentes no historial de confrontos entre o Estoril comandado por Marco Silva e o Benfica liderado por Jorge Jesus.

Boa carreira perante o Sporting é um dos cartões-de-visita de Jesus

Para o actual técnico do Sporting abrem-se várias responsabilidades, começando pelo facto de suceder ao bom trabalho realizado por Leonardo Jardim até à acrescida pressão de estar informado em relação ao sucesso de Jesus, que num total de 14 derbies leva um total de 11 vitórias. Impressionante, de facto.


Fora os 11 triunfos, o treinador encarnado apresenta uma contagem bastante menor ao nível dos insucessos, passando por dois empates e apenas uma derrota oficial à qual se pode acrescentar o recente desaire válido pela Taça de Honra da AF Lisboa, pecúlio que espera manter numa temporada na qual optou por permanecer na Luz por considerar que era esse o discurso mais aliciante que tinha em vista.

Apesar do enorme domínio exercido por Jesus sobre Marco Silva, o jovem técnico terá a seu favor uma espécie de ‘feito’ alcançado no Estoril, uma vez que se responsabiliza pelo celebrizado encontro na Luz que resultou praticamente na despedida dos encarnados da possibilidade de arrecadarem o título nacional em 2012/2013, uma partida que não mais será esquecida pelo timoneiro benfiquista que a partir desse momento passou a assumir um discurso bem mais comedido.

No que concerne ao confronto entre ambos, nas duas épocas que colocam os treinadores frente-a-frente, o Benfica venceu o Estoril por três vezes e apenas consentiu uma igualdade, a acima referida partida que terá afastado as águias do título nacional e que em grande parte obrigou Jesus a centrar os principais esforços para a Liga mesmo que com isso possa arriscar a eventual conquista de outros troféus.

Vitória de pré-época poderá servir de modelo e motivação a Marco Silva

Tal sucedeu na época transacta, por exemplo, na Taça da Liga, ao ter lançado em jogo futebolistas menos utilizados que na sua grande parte já deixaram mesmo o clube. Os resultados haveriam de dar razão à aposta do técnico, que venceu todas as provas nacionais e reforçou a sua condição junto do público, o que poderá vir a ser uma vantagem num encontro exigente como o do próximo Domingo.

Para contrapor essa ideia, o teste inicial entre águias e leões na Taça de Honra exibiu um Sporting bastante evoluído ao nível do posicionamento, uma arma que poderá ser bastante útil no encontro que se avizinha. Promete...

A título de curiosidade, a pesquisa de confrontos directos entre Jesus e Marco pode mesmo ir mais longe, ampliando-se a um único confronto entre Jesus como treinador - Marco Silva como jogador, o que sucedeu há já 15 anos, na temporada 1999/2000, época em que o Estrela da Amadora de JJ derrotou o Campomaiorense de Marco Silva, que entrou ao intervalo, por 3-0. Bom prenúncio para o líder do emblema encarnado?

VAVEL Logo
CHAT