Shikabala: um caso bicudo
Shikabala com futuro díficil em Alvalade (Foto: abola.pt)

Shikabala: um caso bicudo

Shikabala tem sido uma autêntica novela desde que chegou ao Sporting. Rotulado de craque o jogador é notícia por aquilo que lhe sucede fora dos relvados e não por o que tarda em mostrar dentro das quatro linhas.

RodolfoReis
Rodolfo Reis

O mais recente caso está relacionado com a falta da documentação para poder sair do Egipto, após um amigável entre o Sporting e o Al Ittihad. O jogador por falta de um documento referente ao serviço militar não foi autorizado a viajar com a equipa para Lisboa, ficando retido vários dias em solo egípcio.

Esta situação ainda continua a ser investigada pela direcção leonina, mas eis que nos últimos dias surgiram declarações de Paulo Faria, alegado representante do jogador, referindo que foi o próprio a provocar a situação dizendo mesmo que, «Shikabala fez de propósito pois já sabia que não podia viajar e assim ficar mais uns dias de férias no Egipto».

Face a isto respondeu o Sporting com um comunicado, negando as declarações de Paulo Faria, acusando-o de querer beneficiar de uma eventual transferência do jogador, que diz o clube está determinado em cumprir os trabalhos com o restante plantel.

A concluir todo este enredo aparece Samir Abdel Tawab empresário de Shikabala, afirmando que «Paulo Faria não é, nem nunca foi representante de Shikabala, tendo sido apenas parceiro», aquando da mudança do jogador para o Sporting, salientando que, «Shikabala quer ser uma estrela no clube».

O certo é que o mercado fechou e Shikabala vai mesmo continuar de leão ao peito, resta saber como vão os leões gerir toda esta situação, em torno de um jogador que tarda em mostrar aquilo para que de facto foi contratado, jogar futebol.

VAVEL Logo
CHAT