Líder Benfica visita Penafiel com estatuto de inquestionável favorito

Líder Benfica visita Penafiel com estatuto de inquestionável favorito

O Benfica lidera a Primeira Liga e terá que bater hoje o Penafiel para manter a distância pontual para o FC Porto. Os durienses, famintos de pontos, recebem as águias sabendo que o favoritismo do actual campeão é total.

vavel
VAVEL

Hoje, às 19:15 horas, o Benfica terá a oportunidade de, na cidade de Penafiel, voltar a estabelecer a vantagem pontual de seis pontos para o perseguidor FC Porto, precisando, para isso, de bater a oposição caseiras dos durienses, orientados por Rui Quinta. O Penafiel vive à míngua de pontos, seguindo na décima quinta colocação da tabela, com escassos 11 pontos, enquanto o opulento Benfica segue líder incontestado, com 37.

Todas os cenários apontam para a vitória do Benfica

Adivinha-se, portanto, um jogo fácil para os encarnados, que detêm uma formação bem mais apetrecheda que o promovido Penafiel. A equipa duriense conta com nove derrotas em quatorze jogos, tendo sofrido golos suficientes para ser considerada a segunda pior defesa do campeonato - só o laterna vermelha Gil Vicente tem pior registo defensivo, com 28 golos concedidos, mais um que o Penafiel.

As águias, habituadas a vencer nesta Liga, apenas por uma vez perderam o tino: diante do SC Braga, em plena Pedreira de má memória para os homens de Jorge Jesus, à passagem da oitava jornada. Mas a resposta do Benfica a essa derrota tem sido cabal e inflexível: seis vitórias consecutivas na Liga desde a oitava jornada em diante, atropelando, pelo caminho, o rival directo FC Porto.

Como poderá o Penafiel parar o carrossel de ataque vermelho? Dificilmente o poderá fazer, mas a estratégia terá de passar pela contenção defensiva, bloco baixo e expectante, linhas imensamente aproximadas, assertividade nos duelos individuais e muita fé num desinspirado dia do campeão. A estatística apenas serve para desmotivar ainda mais os durienses: o Benfica é um crónico e compulsivo marcador de golos na Liga, enquanto o Penafiel tem um índice de golos..sumido.

Hoje é o primeiro dia do resto de uma Liga sem Enzo

Esta será a primeira vez que o Benfica joga para a Primeira Liga já sem o motor nuclear do meio-campo, Enzo Pérez, transferido para o Valência. O médio já estivera ausente da partida da Taça da Liga (diante do Nacional) mas o jogo de hoje inaugura o período pós-Enzo no campeonato nacional. Muito se discorre sobre a capacidade de Jesus em disfarçar a ausência do médio de alta rotação alviceleste, alinhando-se vários nomes para a tarefa de substituição.

Enzo fez as malas e foi para Valência

Desde Pizzi a Samaris, passando por Talisca ou pelo jovem João Teixeira, muitas são as hipóteses aventadas, mas a certeza é, por agora, apenas uma: o Benfica perderá qualidade e andamento no seu meio-campo. Restará às águias a tarefa de, como ente colectivo solidário, serem capazes de mascarar a saída de Enzo, virando a cara para uma nova frente de batalha: compensar a perda do argentino sem perda de confiança e auto-estima. Até porque os inimigos esperam sentir o cheiro desse medo...

Sobre a saída de Enzo, o treinador do Penafiel, Rui Quinta, expressou, com um suspiro, a sua ideia. «O Benfica tem alternativas para substituir Enzo porque tem um plantel com qualidade e o treinador já tem essa situação preparada. É uma situação que não me diz respeito, tomara eu ter esse tipo de dores de cabeça», atirou, afiançando que «os jogadores vão transcender-se, fazer um bom jogo e conseguir um bom resultado».

Indisponíveis para o jogo Penafiel x Benfica

Luisão e Eliseu continuam indisponíveis para a partida de hoje, assim como Salvio, que recupera de uma fractura no braço. No lado duriense, as baixas são muitas: o guarda-redes Haghighi está ausente, servindo a selecção iraniana; João Pedro e Rui Miguel recuperam ainda de lesões e André Fontes e Pedro Ribeiro estão castigados.

Onzes prováveis

VAVEL Logo
CHAT