Chelsea eliminado pelo Bradford em reviravolta épica
Jonathan Stead celebra o seu golo em Stamford Bridge. (Foto: Facundo Arrizabalaga)

Chelsea eliminado pelo Bradford em reviravolta épica

José Mourinho sofreu uma das piores derrotas de sempre em toda a sua carreira após perder com uma equipa da 3ª divisão inglesa, o Bradford City, que deixou Stamford Brige em estado de choque total.

joao-rodrigues
João Rodrigues

José Mourinho tem bem razões para se esconder de vergonha. A sua equipa foi eliminada da FA Cup na 4ª eliminatória pelo Bradford City uma equipa da terceira divisão inglesa (imagine-se!). A histórico eliminatória teve lugar no terreno de Stamford Bridge, no passado Sábado.

O jogo começou bem para os Blues que até começaram a ganhar mas o Bradford viria a protagonizar uma reviravolta épica. O primeiro jogador a marcar por parte dos londrinos foi o central Gary Cahill através de um pontapé de canto aos 21’. Passados aproximadamente 15 foi a vez do ex-jogador do Benfica, Ramires que viria ampliar a vantagem. A eliminatória pareciu já ter um vencedor mas as esperanças do Bradford começaram a surgir ainda antes do intervalo com um golo de Jonathan Stead aos 41’.

No intervalo, o treinador da equipa do Bradford deve ter dado alguma poção mágica aos seus jogadores que viriam fazer o impesável e a protagonizar umas das derrotas mais humilhantes e marcantes da carreira de José Mourinho.

 O empate viria a surgir por mão de um português aos 75’. Ele é Filipe Morais, jogador de 29 anos que fez toda a sua carreira profissional no estrangeiro. Aos 82’ começava o choque em Londres - Andy Halliday marcava e deixava Stamford Bridge num espanto total. O Chelsea ainda tinha tempo de empatar e quem sabe ganhar mas o golo acabaria por ser novamento do Bradford. Aos 90 minutos Mark Yeates acabava com a conversa e arrumava assim a eliminatória.

No fim do jogo e na conferência de imprensa, José Mourinho estava inconsolável: «Vou repetir a palavra que disse antes do jogo. É uma desgraça uma grande equipa perder para um clube tão pequeno e de uma divisão bem mais baixa. Todos têm de estar envergonhados, eu e os jogadores temos de estar todos envergonhados. Frustrados não é a palavra certa, envergonhados é mais apropriado». Ainda assim, o português fez questão de elogiar a equipa adversária: «O que aconteceu é aquilo que faz do futebol algo espetacular. Acho que a beleza do futebol é o facto de uma equipa muito melhor também perder, algo que é cada vez mais difícil de acontecer noutro desporto. A mentalidade das equipas pequenas é especial. O meu respeito vai para eles, porque fizeram um trabalho histórico para o seu clube.»

Exemplo disso foi a ida do mesmo ao balneária da equipa que agora tem o seu respeito: «José Mourinho esteve no nosso balneário para congratular todos os jogadores do [Bradford] City e o staff. Um verdadeiro toque de classe» - escreveu o clube da League One (3.ª divisão) no Twitter.

Artigo retirado do jornal «ABola»
VAVEL Logo
CHAT