Clássico marcado para a final da Taça da Liga
O jogo. Braga VS Sporting

Clássico marcado para a final da Taça da Liga

O Estádio Municipal de Braga recebeu, esta quarta feira, a segunda meia final a contar para a Taça da Liga. Um jogo que colocou frente a frente SC Braga e Sporting.

joanacoelho
Joana Coelho

Depois do jogo entre o SL Benfica e o FC Porto, que ficou marcado pelas polémicas da arbitragem, foi a vez de SC Braga e Sporting medirem forças, num duelo que atira para a final, a ser disputada no próximo sábado, pelas 19h45, uma das equipas.

O Braga, a jogar com o fator casa, mostrou-se bastante forte e concentrado, conseguindo criar dificuldades ao Sporting desde cedo. Aliás, os arsenalistas inauguraram o marcador logo nos primeiros minutos da partida. Dyego Sousa apareceu das costas da marcação, cabeceando a bola para o fundo das redes, depois de um fantástico cruzamento de João Novais.

Só aos 20 minutos é que o Sporting começou a reagir e a criar as primeiras situações de perigo. Raphinha conseguiu passar da direita para o meio já perto da grande área e remata, porém, Marafona estava atento e conseguiu defender.

A meio da primeira parte, o Braga começou a perder a intensidade de jogo e a desconcentração da equipa começou a fazer-se sentir, atitude que os lagartos não deixaram escapar e iam ganhando posse de bola e fazendo cada vez mais ataques à baliza de Marafona. 

Aos 37 minutos surge mesmo o golo do empate. Acuña bate o canto e Coates salta mais alto do que os jogadores do Braga, conseguindo cabecear para dentro da baliza. O jogo seguiu, assim, empatado para o intervalo.

O Braga entrou na segunda parte matador e marca mesmo nos primeiros minutos de jogo. Mas, Manuel Oliveira, recorre ao VAR para analisar a jogada e acaba por anular o golo a João Novais, por uma falta na construção da jogada, o que originou bastantes protestos.

As duas equipas nesta segunda parte tentaram manter sempre a intensidade do jogo e agarrar as oportunidades conseguidas através de distrações e erros do adversário, numa altura em que não queriam sofrer golos.

Aos 69 minutos Bast Dost entra, com uma proteção na perna esquerda (joelho e coxa) motivo pelo qual iniciou o jogo no banco. Aos 72 minutos o Braga faz uma substituição forçada. Sequeira dá lugar a Murilo, depois de sofrer uma lesão resultante de um lance.

Já perto do final da partida, Coates é agarrado, o que obriga Manuel Oliveira a recorrer de novo ao VAR, mas acabou por deixar seguir o jogo.

O tempo regulamentar chegou ao fim com o resultado empatado. A partida seguiu para o desempate por grandes penalidades e, depois de uma grande luta de guarda redes, em que os dois primeiros penaltis das duas equipas foram defendidos (e depois de algumas bolas ao poste de ambas) o Sporting acabou por ganhar a partida por 4-5.

Desta forma, o FC Porto defronta o Sporting, um clássico que marca a final da Taça da Liga, no próximo sábado pelas 19h45.

VAVEL Logo