Os últimos jogos não têm sido fáceis para Bruno Lage. Depois de ter sido eliminado da Liga Europa também na jornada anterior após empate frente ao Moreirense, perdeu o primeiro lugar para o FC Porto.

Para o jogo frente aos sadinos, o técnico benfiquista, parte já com quatro baixas: Seferovic continua a recuperar de lesão muscular, André Almeida da lesão no tornozelo esquerdo, Gabriel da lesão ocular e Jardel da ruptura do ligamento lateral interno do joelho. 

Lage não se sente pressionado e deixou mesmo claro na antevisão que "a pressão continua igual" à do início do campeonato, adiantando que a sua equipa procura em Setúbal "uma vontade e urgência enormes em voltar às vitórias".
O facto de ter perdido a liderança na semana que passou, não leva a que chegue a esta partida com a pressão de se afastar do FC Porto em caso de perda de pontos, aliás, afirmou mesmo que "as contas fazem-se no fim".

Do lado dos sadinos,  Julio Velázquez, não acredita que as águias cheguem fragilizadas à partida, uma vez que são a equipa que "tem que ganhar" o jogo. O técnico espanhol, acrescenta ainda que o adversário "não pode perder nenhum ponto no nosso estádio e isso converte o Benfica numa equipa ainda mais difícil".

Apesar da tendência ao favoritismo para os encarnados, acredita que os seus jogadores "ficam focados a 100% no jogo e sempre com a vontade de tentar que os nossos adeptos fiquem orgulhosos depois do jogo". Sobre o resultado, completa que "vamos pôr dificuldades ao adversário, não para fazermos um ponto, mas com a vontade de ganhar o jogo".

Na partida desta jornada não vai poder contar com João Meira, Alex Freitas e Éber Bessa, contudo tem Artur Jorge e Berto de regresso às suas opções.  

O 2º e o 11º classificados, separados por 31 pontos defrontam-se este sábado, às 18h, no Estádio do Bonfim.

 

VAVEL Logo
Sobre o autor