Superliga ABCDE começou com um clássico disputado
(Foto: Reprodução/Instagram @superligaabcde)

Superliga ABCDE começou com um clássico disputado

CNB e Keyd se enfrentaram na primeira partida e Santos estreou no cenário competitivo de LoL

clamontalvao
Clarissa Montalvão

A Superliga ABCDE já começou em grande estilo nessa sexta-feira (9) com um clássico das equipes do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL): CNB e-Sports Club e Vivo Keyd. O campeonato mudou um pouco, trocando o antigo formato Melhor de 2 por MD3.

Para a disputa, os Blumers reformularam sua equipe, mantendo apenas o jungler Yan “Yampi” Petermann e o ADC Pablo “pbO” Yuri, que levantou do banco em que ficou ao longo de 2018 devido a escalação autofill da CNB e reassumiu com maestria sua rota.

+ LoL: CNB opta por reformulação e libera 4 jogadores

Os demais jogadores da nova lineup da CNB são novatos, mas provaram que têm potencial nas mãos de Gabriel “Loreviz” Loureiro, novo head coach da organização; Lucas “Beelzzy” Spínola, positional coach; e o ex-jogador Gabriel “Turtle” Peixoto, que assume a posição de strategic coach.

Já na Keyd, Gabriel “Revolta” Henud e Micael “micaO” Rodrigues precisaram se ausentar da equipe justamente no primeiro dia de confronto do torneio, pois estavam em Brasília, participando do GameCon. E isto permitiu que víssemos Luan “Jockster” Cardoso relembrar seus tempos de jungler, a qual não joga desde que entrou na INTZ, em 2014.

O segundo confronto da noite, ProGaming e Santos e-Sports foi interessante, pois o Peixe está despontando agora no cenário, vem do tier 3, mas com 3 ex-jogadores da PRG em sua line-up: Francisco “fNb” Braz, Emerson “BocaJR” Alencar e Matheus “Trigo” Trigo. À primeira vista, a presença destes jogadores no Rift parecia um trunfo para o Santos, mas na prática a situação foi diferente.

KEYD 2 - 1 CNB
No jogo 1, a CNB mostrou que, mesmo com novatos reunidos a pouco tempo, o time já tem uma sinergia interessante que vale ser observada. A Keyd jogou bem, teve uma fase de rotas eficaz, mas não foi o suficiente para embalar o jogo a seu favor. Jockster mostrou que é bom na selva e que é preciso tomar cuidado com seu pick de Nocturne. Mas os Blumers estavam atentos, observando cuidadosamente cada erro dos Guerreiros e punindo impiedosamente. O mid laner Eduardo “Aslan” Nunes conseguiu se destacar bem na partida, pois sempre que tomava pressão e era focado em lutas de equipe garantia que, se morresse, levaria pelo menos um junto. CNB venceu.

A Keyd mostrou no segundo jogo que ser um time composto por veteranos ajuda bastante. Os Guerreiros jogaram de forma exemplar, principalmente Jockster e seu Lee Sin, para mostrar que não dariam pontos fáceis para os Blumers. Keyd controlou bem o jogo desde os picks ao trazer o Sion no lado vermelho e criou uma bola de neve de abates que culminou em um Barão essencial para garantir sua vitória.

O jogo 3 iniciou muito favorável para a CNB, que foi dominante nos primeiros 20 minutos, criando uma grande diferença em ouro, abates e até torres. Porém, o cenário mudou e se tornou bem tenso quando a Keyd começou a vencer lutas de equipes. Demorou um pouquinho, um certo toma lá dá cá, mas a Keyd venceu a partida e a série.

PROGAMING 2 - 0 SANTOS
No jogo 1, PRG conquistou vários abates deste o começo, mas pode-se dizer que o Santo teve um early game melhor, pois os Caveiras não souberam aproveitar bem esses abates para angariar objetivos. O Peixe focou bastante em objetivos de início e aproveitou bem as rotações da PRG em busca de abates para levar torres com tranquilidade, mas a partir da metade do jogo o Santos passou a não conseguir ler direito as oportunidades e apenas a buscar apenas reagir aos adversários. A ProGaming passou a proteger o Lucas Felipe "Luskka" Rentechen e evitar engages do BocaJR. Com essa fórmula, foi vitória certa para a PRG, ainda mais com a aquisição do buff do Barão.

(Foto: Reprodução/Instagram @superligaabcde)
(Foto: Reprodução/Instagram @superligaabcde)

 

 

 

 

 

 

 

 

Na segunda partida, o Santos buscou muito mais jogadas e mostrou que tem potencial, mas a ProGaming tinha um Sion em sua composição e ele se mostrou essencial na partida. Após a conquista do buff do Barão, PRG se uniu na rota inferior e atropelou o Santos até a vitória.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

A primeira semana continua nesse fim de semana:

Sábado (10/11)
19h - Bulldozer x Falkol
Em seguida - IDM Gaming x Redemption
*Deveria ter começado as 13h, mas houve um problema externo que sobrecarregou o sistema e atrasou o início das disputas. Confira aqui o pronunciamento da Superliga ABCDE sobre o ocorrido.

Domingo (11/11)
13h – INTZ x Operation Kino
16h – paiN Gaming x Team One

VAVEL Logo