Benfica brilha, se classifica para fase de grupos da UCL e Jardel demonstra felicidade
Divulgação/ Benfica

Benfica brilha, se classifica para fase de grupos da UCL e Jardel demonstra felicidade

Time português vence a partida de volta por quatro a um e garante seu nome no pote dois do sorteio da Liga dos Campeoões

agnesrigas
Agnes Rigas

Nesta quarta feira (29), o Benfica teve o difícil desafio de enfrentar o PAOK fora de casa nas eliminatórias para entrar na fase de grupos da  UEFA Champions League. Vencendo a partida de volta por quatro a um, o time português teve o placar agregado de 5 a 2 e avança para a fase de grupos da competição, com o seu nome inserido no pote dois.

Após o jogo, o técnico Rui Vitória falou sobre o desempenho de sua equipe na partida. O treinador disse que pesar do bom jogo executado pelo grupo, o resultado deveria ter sido resolvido em Portugal, pois tudo poderia acontecer no jogo de volta, já que o adversário mantinha uma grande invencibilidade em casa.

"O nosso foco estava no acesso à Liga dos Campeões. A tendência pode ser desvalorizar o adversário, mas o PAOK não perdiam em casa desde maio de 2017. O resultado que devia ter acontecido na nossa casa, aconteceu aqui", declarou o técnico.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

O defensor Jardel, depois do jogo na coletiva que mesmo o Benfica levando um gol por uma jogada ensaiada, o sistema defensivo começou a funcionar e complicar as articulações das jogadas do adversário, e que o mais importante foi conquistado, a classificação.

Sofremos um gol numa jogada ensaiada. Tínhamos trabalhado isso, mas a bola entrou e foram felizes. Consegui marcar e complicamos a tarefa do PAOK; aproveitamos para pressionar no meio-campo do PAOK e podíamos ter marcado ainda na primeira parte. Conseguimos a qualificação que era o nosso objetivo”, disse o defensor.

Questionado sobre se a vitória para ele foi convincente, Jael declarou que muitos só acharam convincente pela quantidade de gol durante a partida. Que mesmo ganhando por um ou dois gols, esse tipo de dúvida não surgiria.

Convincente? Diz que foi convincente porque os gols entraram. Nos outros jogos também jogamos bem, estamos com confiança, mas os gols não entravam. Marcamos quatro, fomos felizes, podíamos ter marcado mais um ou dois. É bom dar sequência a estes resultados. No passado não se pode mexer. Temos de nos focar no que vem aí. Vamos esperar pelo sorteio, ver com quem vamos jogar e encarar jogo a jogo”, finalizou o jogador.

VAVEL Logo