Virgil Van Dijk, o zagueiro que pode conquistar prêmio de melhor do mundo
Foto: Reprodução/Liverpool

Aos 27 anos e 1,93cm de altura, Virgil van Dijk é atualmente o melhor zagueiro do mundo. Após vencer a Liga dos Campeões com o Liverpool e brigar até a última partida na Premier League pelo título na temporada 2018-19, o holandês garantiu o seu nome na lista dos jogadores com a possibilidade de vencer o prêmio de melhor do mundo. 

Van Dijk é conhecido pela sua seriedade e liderança, carrega a braçadeira de capitão da Seleção Holandesa. Ele começou sua carreira de jogador profissional no Groningen, da Holanda, iniciando sua jornada pela Inglaterra, foi transferido para o Celtic em 2013, atuou em 115 partidas. Em setembro de 2015 foi vendido ao Southampton, atuou por dois anos e em até dezembro de 2017 foi anunciado pelo Liverpool. Por 75 milhões de libras, valor recorde para um defensor.

Lá no início

Van Dijk nunca participou de uma partida no Estádio King Willem II onde começou nas categorias de base. O meia-defensor surinamense partiu para o FC Groningen aos 19 anos. Lá ele estava sob contrato por três anos, após o qual ele cruzou o Mar do Norte para o Celtic e Southampton. A equipe recebeu 3 milhões de euros do time escocês e negociou uma porcentagem de revenda. O contrato entre o Saints e o Liverpool valeu ao time holandês um montante de 850.000 euros. 

Foto: Divulgação/King Willem II
Foto: Divulgação/King Willem II

Com a camisa Groningen a apreciação não durou muito. Antes de sua saída para o exterior, Van Dijk demonstrou interesse em dar um primeiro passo para um clube holandês maior. Segundo a Voetbal International, a sua equipe contactou o  Ajax, mas o clube optou por Mike van der Hoorn, enquanto o PSV viu mais oportunidade em Jeffrey Bruma.

Cirurgia às pressas

Sua carreira correu riscos, ainda na Holanda. Em 2012 o zagueiro poderia ter ido a óbito devido a uma simples doença que se tornou muito séria. Com 20 anos, jogando pelo Groningen, ficou doente após um jogo da Eredivisie contra o Excelsior, mas os diretores do clube pensaram que era apenas uma doença comum até mais tarde surgir que ele tinha apendicite, peritonite e uma infecção nos rins.

Após ir ao hospital e ser mandado de volta para casa, ainda com dores fortes, a mãe foi visitá-lo e mais uma vez o levou em um hospital, onde foi diagnosticado. Com a condição de Van Dijk tão severa, ele foi forçado a fazer uma cirurgia que salvaria sua vida e ficou de fora dos dois últimos meses da temporada para poder se recuperar.

Foto: Divulgação/FC Groningen
Foto: Divulgação/FC Groningen

Celtic

Virgil Van Dijk, chegou ao Celtic, como um trabalho em andamento. Ignorado em seu país de origem, ele apostou chegar ao Celtic para provar seu valor e se desenvolver, e em pouco tempo ele se tornou um grande jogador. A temporada 2014-15 começou difícil mas logo Virgil fez uma parceria com  Denayer, eles formaram uma dupla formidável. Ajudaram o clube a obter um resultado excepcionalmente baixo de gols sofridos no campeonato. A dupla era perfeita e recebeu total apoio da torcida e dos companheiros. Tão bom, ambos foram nomeados para os prêmios de fim de temporada que foram devidamente ganhos por seu parceiro defensivo. Ele foi comprado pelo Southampton por £ 11,5 milhões em agosto de 2015.

Foto: Divulgação/Celtic
Foto: Divulgação/Celtic

Primeira parada na Inglaterra

Foi o Southampton que deu ao o holandês a sua oportunidade na Premier League quando pagou £13m por ele no inicio da temporada 2015-16. Ronald Koeman era o treinador dos Saints na época e, tal como Van Dijk, começou a carreira profissional em Groningen. também. Apesar das impressionantes atuações no norte da fronteira, ainda havia sugestões de que a natureza implacável da Premier League apresentaria um desafio.

Foto: Divulgação/Southampton
Foto: Divulgação/Southampton

Jogador da temporada na sua primeira campanha, que acabou por ser o melhor resultado da liga do Southampton em mais de 30 anos, Van Dijk foi nomeado capitão da equipe. Suas habilidades de liderança se destacaram na equipe. Uma ligeira queda na forma apenas acrescentou peso ao argumento de que os Reds estavam pagando demais quando finalmente concordaram em pagar £ 75m para contratá-lo em janeiro de 2018.

Reds

Van Dijk está totalmente de acordo com a imagem de um zagueiro moderno, há três anos no clube, ele é um tesouro para o Liverpool, acredita a empresa de dados esportivos SciSports. O NRC Handelsblad ordenou que o desempenho do holandês fosse comparado com o dos três atuais defensores do Liverpool. Ele marca melhor em seis das sete categorias: ganhou duelos, vitórias de bola, vitórias de bola na metade ofensiva, interceptações, duelos aéreos e duelos aéreos vencidos. De acordo com o NRC, o camisa 4 é um dos três zagueiros centrais da Premier League, que não cometeu nenhum erro nos últimos três anos.

Desde a sua primeira aparição na Premier League pelo Liverpool até o momento, nenhum clube da competição sofreu menos gols. É uma reviravolta surpreendente para uma equipe cujas ambições foram frustradas até aquele momento, precisamente por causa de sua fraca defesa. O impacto de Van Dijk foi tão rápido, e não apenas porque ele marcou na sua estreia vencendo um derby em Anfield ao derrotar o Everton na FA Cup.

Foto: Reprodução/Liverpool
Foto: Reprodução/Liverpool

Quão mais Van Dijk pode evoluir é fascinante, porque o quanto ele melhorou até agora não é totalmente claro. Desde os seus primeiros dias em Groningen, através do seu sucesso no Celtic, o próximo passo com o Southampton, e da grande mudança para o Reds, ele sempre fez com que parecesse fácil. 

Messi e Ronaldo

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo são os seus adversários. O capitão do Barcelona tem estado na sua forma de vida, liderando as tabelas de gols da La Liga e da Europa. A estrela da Juventus, o português, teve uma temporada decepcionante em um nível pessoal, tendo terminado a temporada como artilheiro de seu clube, mas não o artilheiro da Série A, mas continua com chances de ganhar a Bola de Ouro pela sexta vez.

O atacante, assim como Messi, conseguiu o título da liga, mas perder o troféu da UCL também pode atrapalhar suas chances. Mas em conjunto com Van Dijk, Ronaldo levou seu país ao troféu da Liga das Nações em junho poderia colocá-lo na corrida novamente à frente de seu rival na Argentina.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Compartilhando cinco dos prêmios do Ballon d'Or, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi são apelidados como os maiores jogadores de todos os tempos. Os dois dominaram a Bola de Ouro por 10 anos até que Luka Modric, da Croácia, deu fim a esse reinado. 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Cerimônia 2019

A data de entrega do prêmio de melhor jogador do mundo mudou de sede em 2019. A Fifa que a edição deste ano do prêmio The Best terá noite de gala realizada em Milão, na Itália, no dia 23 de setembro. Será a primeira vez que a premiação ocorrerá na cidade. O evento ocorria desde sua criação, em 2016, em Londres.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo