Candidato à presidência do Benfica, Rui Gomes critica contratação de Jorge Jesus
Foto: Divulgação / SL Benfica

Jorge Jesus desembarcou em Lisboa para se apresentar ao Benfica, seu novo clube após deixar o Flamengo. No entanto, o candidato à presidência da equipe portuguesa, Rui Gomes, de 61 anos, não está nada satisfeito com os esforços financeiros feito pelo atual líder máximo do clube, Luís Filipe Vieira, para poder ter de volta o Mister.

Logo após o treinador português fechar acordo com os encarnados, Rui Gomes não perdeu tempo para expor sua insatisfação com a chegada de Jesus. Para o candidato à presidência benfiquista, a contratação do ex-flamenguista foi um ato desesperado do atual presidente, que é alvo de investigações por supostas fraudes ficais no clubes.

"Jesus já tem uma relação com o Benfica e com o atual projeto. São ações e atitudes. Lembro três momentos. Jorge Jesus não foi correto com os sócios do Benfica, chegou a dizer que 'sabia como lá se ganhava' e até há poucos meses, o presidente disse que Jesus nunca mais voltaria ao clube. No atual cenário, o presidente está sendo acusado por todos os lados. Por questões pessoais e por questões do Benfica", apontou Rui Gomes.

"No ano em que o Benfica poderia fazer história e ser pentacampeão, ele investiu 9 milhões de euros em reforços. No ano em que está em risco a sua reeleição, contrata um treinador que custa 26,5 milhões de euros, enquanto o outro treinador custava 1 milhão de euros. Se isso não é um ato de desespero, então explique-me o que é", lembrou.

Essas falas de Rui Gomes expõem muito bem que nem todos os torcedores do Benfica estão de acordo com o retorno de Jorge Jesus. Vale lembrar que na primeira passagem dele pelo time lisboeta, foram seis temporadas no comando, vencendo três Campeonatos Portugueses (2009-10, 2013-14 e 2014-15), cinco Taças da Liga Portuguesa (2009-10, 2010-11, 2011-12, 2013-14 e 2014-15) e uma Supertaça de Portugal (2014-15).

VAVEL Logo