Ajax reage com gol de estreante, mas fica no empate em casa diante do PAOK

Dolberg empatou para os ajacieden, que, apesar de dominar praticamente toda a partida válida pela 3ª fase qualificatória da UCL, não conseguiu vencer a equipe grega em Amsterdã; decisão da vaga ficou para a volta, na Grécia

Ajax reage com gol de estreante, mas fica no empate em casa diante do PAOK
Angolano Djalma comemora o gol marcado (Foto: Divulgação/Ajax)
Ajax
1 1
PAOK
Ajax: Cillessen; Tete, Veltman, Viergever, Dijks; Klaassen, Riedewald, Van de Beek (Schöne, min. 77); El Ghazi (Černý, min. 87), Dolberg, Cassierra (Younes, min. 58).
PAOK: Glykos; Matos, Crespo, Tzavellas, Leovac; Sjachov, Cimirot, Charisis (Tziolis, min. 69); Djalma Campos, Athanasiadis, Rodrigues (Mystakidis, min. 83).
Placar: 0-1, min. 27, Djalma Campos. 1-1, min. 58, Dolberg.
ÁRBITRO: Javier Astrada (ESP) - Advertidos: Athanasiadis (min. 30), Glykos (min. 74), Schöne (min. 90+2).
INCIDENCIAS: Partida de ida válida pela 3ª fase classificatória da Uefa Champions League, realizada na Amsterdam Arena.

Na tarde desta terça-feira (26), o Ajax recebeu o PAOK Saloniki, na Amsterdam Arena, em partida de ida, válida pela terceira fase classificatória da Uefa Champions League. O jogo terminou com o empate de 1 a 1, com Djalma Campos marcando para os gregos e com Dolberg marcando igualando para os holandeses. A partida de volta será na próxima quarta-feira (3), no Estádio Toumba, em Tessalônica.

A partida começou com o Ajax tendo maior posse de bola, tentando tomar conta das ações ofensivas da partida. Tendo uma proposta de jogo mais defensiva, a equipe grega jogava recuada e buscava o contra-ataque. O time holandês era melhor em campo e pressionavaa o adversário, chegando a ter um gol anulado corretamente, marcado por Dolberg impedido e tendo uma  bola na trave no chute de Riedwald.

Porém, mesmo com o Ajax tendo as melhores chances, foi o PAOK que abriu o placar. Aos 27 minutos, Djalma Campos foi lançado em profundidade e tocou na saída atabalhoada de Cillessen para por os gregos em vantagem. A equipe de Amsterdã tentou empatar ainda antes do fim do primeiro tempo, mas não conseguiu.

Na etapa final, assim como no primeiro tempo, o time comandado por Peter Bosz seguia atacando e em busca do empate. Embora encontrasse dificultade para furar o bloqueio do PAOK, que jogava com os onze atrás do meio-campo, o Ajax igualou o marcador aos 58 minutos, com Dolberg chutando de fora da área, sem chances para o goleiro Glykos.

O gol de empate deu ânimo aos donos da casa, que foram atrás da vitória, o time de Amsterdam tinha controle do jogo, porém dava espaços para o contra-ataque dos gregos. O tempo passava e o empate persistia no placar, deixando o time do Ajax nervoso nos minutos finais, jogando na base do desespero e fazendo muitos cruzamentos sem sucesso para a área, terminado o jogo com um gol para cada lado.